Pular para o conteúdo

Juju Salimeni dá detalhes de dieta; qual o impacto na saúde mental?

Da Redação

8/10/2020 17:12




Juju Salimeni usou suas redes sociais para fazer um desabafo sobre sua dieta atual, nesta quinta-feira (8).

A influenciadora digital afirmou que está consumindo uma quantidade menor de calorias e praticando exercícios.

jujusalimeni 117897651 156700216085006 5059613979476027660 n 1 1024x683 - Juju Salimeni dá detalhes de dieta; qual o impacto na saúde mental?
Crédito: Instagram/@jujusalimeni

“O esforço a gente faz um pouquinho para o corpo pegar no tranco. Porque durante a quarentena, como a gente ficou totalmente parado, meu metabolismo desacelerou totalmente. Sempre fui uma pessoa que podia comer o que quisesse que não engordava uma grama. De repente, meu metabolismo parou”, dividiu ela com os seguidores.

Ela ainda continuou falando sobre os resultados que já teve: “Meu metabolismo já acelerou, perdi mais de quatro quilos e estou superfeliz. Daqui a pouco já vou chegar no meu objetivo e poder comer mais e essa fase do sacrifício já vai passar”.

Qual o impacto da dieta na saúde mental?

Pesquisas já revelaram que manter uma dieta saudável pode evitar uma piora nos quadros de transtornos de humor. Uma revisão conduzida por especialistas da área de nutrição e psiquiatria, reforça a ideia de que uma alimentação rica em vegetais e gorduras boas, como a Dieta Mediterrânea, pode proteger as pessoas de sintomas de ansiedade, depressão e hiperatividade.

Estudiosos da Universidade de Gotemburgo, na Suécia, esclarecem que já existem certas provas sobre o impacto da dieta na saúde mental, como a ligação entre baixa incidência de vitamina B12 e fadiga, problemas de memória e sintomas depressivos.

No entanto, autores alertam que, apesar de modismos em torno de suplementos e restrições alimentares, ainda há possibilidades que carecem de investigação mais aprofundada.

Ainda há estudos indicam que o excesso de açúcares refinados pode piorar os sintomas de indivíduos com TDAH (transtorno de deficit de atenção e hiperatividade), por exemplo, mas seriam necessárias análises mais amplas e de longo prazo para confirmar essa relação.

Veja também:

Assista, também, a outros vídeos no meu canal no YouTube
Saiba mais

“Drunkorexia”: comportamento perigoso e comum entre as garotas

Naiara Azevedo revela que comia por ansiedade; confira conselhos para quem sofre com a compulsão

Alice Bastos surge sem peruca em ação contra o câncer de mama; saiba como se prevenir

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS