Doutor Jairo
Leia » Alimentação

Como fazer as crianças comerem mais vegetais?

Somente 6% das crianças entre 2 e 17 anos comem a porção recomendada de vegetais
Somente 6% das crianças entre 2 e 17 anos comem a porção recomendada de vegetais - iStock

Redação Publicado em 11/03/2021, às 15h43

As diretrizes alimentares infantis precisam mudar e incluir orientações mais práticas sobre as melhores maneiras de incentivar crianças a consumirem vegetais. Pelo menos é o que defendem os especialistas do Caring Futures Institute, da Universidade de Flinders (Austrália).

Segundo um estudo de saúde australiano, apenas 6% das crianças entre 2 e 17 anos comem a porção recomendada de vegetais e, portanto, é fundamental elaborar recomendações personalizadas sobre como oferecer esse tipo de alimento a crianças através da exposição repetida e aumento da variedade diária. 

O artigo, publicado no American Journal of Clinical Nutrition, sugere que 10 ou mais apresentações a um vegetal específico quando a criança tem entre 6 meses e 5 anos pode aumentar as chances de os pequenos apreciarem o alimento e consumirem uma quantidade maior.

Alimentação saudável desde cedo

Apesar de a estratégia de expor repetidamente crianças pequenas aos vegetais não ser uma novidade, ainda existe uma lacuna entre essas evidências e os conselhos alimentares.

De acordo com os pesquisadores, as preferências alimentares são estabelecidas nos primeiros cinco anos de vida de uma criança. Sendo assim, é extremamente importante incentivar e estabelecer comportamentos alimentares saudáveis de forma precoce e, com isso, apoiar o crescimento, desenvolvimento e melhores hábitos alimentares

É comprovado que a falta do consumo de verduras e hortaliças ao longo da vida pode gerar efeitos negativos na saúde, incluindo o aumento do risco de doenças crônicas, obesidade e sobrepeso. Por isso, é fundamental oferecer diversos vegetais às crianças desde cedo - ervilhas, cenouras, brócolis etc - o que ajudará na aceitação de uma variedade maior. 

Quais são as orientações?

A revisão incluiu pesquisas internacionais sobre estratégias sensoriais e comportamentais que ajudam crianças a gostar de certos alimentos, inclusive vegetais. 

[Colocar ALT]
Confira também "Dez dicas para o seu filho comer melhor"  e saiba como melhorar a relação das crianças com a comida 

Esse projeto analisou onze artigos para determinar a eficácia da estratégia, e entre eles estava a exposição repetida e a variedade de vegetais, para as quais foram encontradas evidências promissoras. 

Outros indícios também foram observados e podem auxiliar na incorporação dos vegetais na alimentação das crianças

  • Oferecer vegetais como primeiro alimento, ao invés das frutas
  •  Usar recompensas não alimentares para incentivar o consumo de vegetais 
  • Ler livros de histórias infantis que tenham como base do enredo esse tipo de alimento. 

Possível influência materna 

O relatório destaca, ainda, que gostar ou não de vegetais também pode estar relacionado a ligações estabelecidas antes de uma criança nascer

Segundo os pesquisadores, parece que a dieta materna desempenha uma influência no paladar dos filhos. Isso porque, através da exposição dos sabores dos vegetais ainda no útero, pode levar ao aumento das chances daquela criança gostar e comer esse tipo de alimento futuramente. O mesmo vale para a dieta das mães durante o período de amamentação