Doutor Jairo
Leia » Comportamento

Cães sincronizam seu comportamento com crianças, diz estudo

Os cães podem ajudar as crianças no desenvolvimento social e no controle da ansiedade
Os cães podem ajudar as crianças no desenvolvimento social e no controle da ansiedade - iStock

Redação Publicado em 22/02/2021, às 20h00

Os cães sincronizam seu comportamento com as crianças de sua família, mas não tanto quanto fazem com os adultos. Pelo menos é o que sugere uma nova pesquisa da Universidade Estadual de Oregon. 

A descoberta indica que os cachorros prestam muita atenção às crianças com quem convivem. Eles respondem a elas e, em muitos casos, se comportam de maneira sincronizada, indicando uma relação positiva e com base para construção de laços fortes entre ambos. 

Segundo os pesquisadores, os achados são muito importantes por existir um conjunto crescente de evidências que propõem que cães podem ajudar as crianças de muitas maneiras, inclusive com o desenvolvimento social. Eles incentivam a prática de atividade física, ajudam a gerenciar a ansiedade e são uma fonte de apego diante de mudanças nas estruturas familiares. 

Embora o estudo tenha observado que os cães combinem seu comportamento com o das crianças, isso acontece com menos frequência do que o observado entre cães e cuidadores adultos. Essa análise sugere que, ainda que os animais vejam os pequenos como companheiros, ainda existem diferenças que precisam ser melhor estudadas. 

Como foi feito? 

A pesquisa, publicada na revista Animal Cognition, recrutou 30 jovens entre 8 e 17 anos - dos quais 83% tinham atraso no desenvolvimento - para participar do estudo com o cão da família. 

[Colocar ALT]
Clique aqui e saiba mais sobre o poder terapêutico dos animais de estimação

Os experimentos aconteceram em uma grande sala vazia: os pesquisadores colocaram linhas de diversas cores no chão e as crianças receberam instruções sobre como andar nas linhas de forma padronizada com seu cachorro sem coleira. 

Toda a situação foi gravada pela equipe, que analizou o comportamento baseado em três variáveis: 

1- Sincronia de atividade: quanto tempo o cão e a criança se moviam ou ficavam parados ao mesmo tempo

2- Proximidade: quanto tempo o cão e a criança ficavam no máximo a uma distância de um metro um do outro

3- Orientação: quanto tempo o cão seguia na mesma direção que a criança 

Resultados 

Com a análise dos vídeos, os pesquisadores descobriram que os cães apresentaram uma taxa de sincronização comportamental com as crianças maior do que o esperado: 

1 - Sincronia: uma média de 60,2% do tempo. Os cães se moviam cerca de 73,1% do tempo que as crianças estavam se movendo e ficaram parados, em média, 41,2% das vezes que as crianças estavam paradas 

2 - Proximidade: uma média de 27,1% do tempo

3 - Orientação: uma média de 33,5% do tempo 

Mesmo com a sincronia entre crianças e cães mais frequente do que o esperado, os percentuais ainda são todos menores quando comparados aos estudos de interações feitos entre cães e adultos. Nesses casos, houve sincronia em 81,8% do tempo e proximidade em 72,9%. 

Novas pesquisas 

A equipe de pesquisadores segue realizando mais estudos para compreender melhor os fatores que contribuem para as diferenças nos níveis de sincronia e outros aspectos da qualidade do vínculo dos cães com as crianças, em comparação com cães e adultos. 

Embora pesquisas tragam descobertas sobre aspectos positivos dos cachorros na vida de uma criança, eles também apontam que há riscos. Por exemplo, outros estudos descobriram que cães são mais aptos a morder crianças do que os adultos. 

Ainda há muito o que aprender sobre a relação cão-criança e descobrir formas de ajudar os pesquenos a interagir com os cães, melhorando o relacionamento e, consequentemente, o bem-estar dos dois indivíduos. 

As pesquisas mostram que as crianças são capazes de treinar cães, eles estão prestando atenção e aprendem com elas. Para os estudiosos, com orientação, é possível proporcionar experiências de aprendizagem importantes e positivas às crianças e aos cães desde uma idade mais precoce, e isso é algo que pode fazer a diferença na vida de ambos.