Doutor Jairo
Leia

Fabio Assunção analisa efeitos de atividade física no emocional; será que alivia a ansiedade?

None

Da Redação Publicado em 23/11/2020, às 11h26 - Atualizado às 16h12

Fabio Assunção comemorou sua mudança de estilo de vida com atividade física, na última sexta-feira (20), em seu perfil no Instagram.

O ator, de 49 anos, revelou que, há 13 meses, alterou sua rotina de alimentação e exercícios com ajuda de profissionais.

“Até agora são 13 meses de qualidade de vida, treinos, alimentação, e isso fortifica a espiritualidade, o emocional, te afasta das doenças, clareia suas decisões, tirando do caminho tudo o que atrapalha sua paz”, escreveu ele.

Nos comentários, amigos e seguidores do artista deixaram mensagens positivas e incentivadoras.

“Sempre soube de sua potência! Parabéns”, declarou Vanessa da Mata. “Um exemplo a ser seguido”, afirmou um fã. “Transformação mais inspiradora dos últimos tempos”, disse outro.

Atividade física alivia a ansiedade?

Assim como relatado por Fabio, estudos apontam que as atividades físicas podem servir como remédio com efeito comprovado contra a ansiedade e outros transtornos mentais.

Além de práticas aeróbicas, pesquisadores da Universidade de Limerick analisaram que o treino regular com pesos é capaz de reduzir de forma significativa a ansiedade, algo de extrema importância em tempos como o que estamos vivendo.

Vinte e oito homens e mulheres saudáveis foram avaliados: metade do grupo não fez nada e serviu como controle, enquanto a outra seguiu um treino de resistência duas vezes por semana, sendo que poucos tinham experiência prévia com esse tipo de exercício.

Após oito semanas, o grupo inativo manteve os níveis de ansiedade apresentados no começo do estudo. Já aqueles que seguiram o treino teve uma melhora de 20% em relação ao controle.

Embora atividades ao ar livre sejam consideradas seguras, em relação ao coronavírus, nem todo mundo tem acesso fácil a parques ou ruas pouco movimentadas para se exercitar. E nem sempre pessoas podem adquirir uma esteira ou bicicleta ergométrica.

A boa notícia, segundo o estudo atual, é que fazer ginástica em casa, com o peso do próprio corpo, halteres ou mesmo pacotes de comida, também pode influenciar o humor de maneira positiva.

Saiba mais

Atividade física age como escudo contra o estresse materno, mostra estudo feito na pandemia

Saúde mental na adolescência: atividades extracurriculares são essenciais, aponta estudo

Estudo associa uso de maconha e inatividade entre adolescentes