Doutor Jairo
Assista » Vida sexual

É normal ter fetiches? Pesquisa revela quais são os mais comuns no Brasil

No Brasil, BDSM é um dos fetiches mais buscados
No Brasil, BDSM é um dos fetiches mais buscados - iStock

Redação Publicado em 02/05/2021, às 12h00

Algumas pessoas podem considerar os fetiches como um “problema”, mas Jairo Bouer explica que ele só passa a ser considerado como tal quando a pessoa fica muito focada nele, ou seja, quando só consegue ter prazer ou sentir tesão se o parceiro topar um determinado fetiche.

“Quando você tem algo muito particular, do tipo: ‘Esse é o único jeito que consigo sentir tesão’, você limita um pouco as experiências. Acho que o fetiche é legal quando ele é mais uma possibilidade”, conta Jairo.

Um dos fetiches mais clássicos, que muita gente já ouviu falar, é o sadomasoquismo. Nele, uma das pessoas tem prazer em fazer a outra sofrer, ou, ao contrário, a pessoa tem prazer em sentir algum tipo de dor causada pela outra. “Por exemplo, um gosta de dar tapas enquanto o outro gosta de receber. Nesse caso, eles se complementam. Mas imagina se uma das pessoas gosta de bater, mas o parceiro não aceita? Não vai funcionar.”

Logo, Jairo conclui que o fetiche é algo diferente e pode servir como uma espécie de “tempero” para o sexo, mas não pode ser a única coisa na vida sexual e deve, sempre, ser apreciado por todos da relação.

Principais fetiches do Brasil

Através da análise de dados do Google, a pesquisa revelou os fetiches sexuais mais buscados no Brasil combinando mais de 763 mil pesquisas mensais. Confira os campeões: 

1- BDSM (bondage, disciplina, dominação, submissão, sadismo e masoquismo): líder absoluto, com 201.000 pesquisas mensais. 

2- Cuckold: com 110.000 pesquisas mensais, a prática é caracterizada pelo homem que sente prazer ao ver sua parceira se relacionando com outras pessoas.

3- Fantasias: esse desejo comum, que envolve o uso de roupas ou acessórios para encarnar um personagem, atingiu o número de 110.000 pesquisas no mês.

4- Swing: pesquisado 90.500 vezes no mês, o swing envolve o relacionamento com outros indivíduos ou com casais, com o consentimento de todos os envolvidos.

5- Latex/couro: Em 2020, foram contabilizadas 51.200 pesquisas mensais sobre esse fetiche, no qual o indivíduo fica excitado com a sensação ou cheiro do material. 

Além dos cinco mais procurados, a pesquisa divulgou ainda os outros tipos de fetiches e fantasias sexuais que também aparecem entre as buscas dos brasileiros: 

  • Sexo anal
  • Cross dressing (usar roupas e acessórios do sexo oposto)
  • Chuva dourada (urinar ou receber urina durante o sexo)
  • Spanking (bater ou apanhar na hora do sexo)
  • Dominatrix (mulher que assume o papel de dominadora)
  • Ménage à trois (sexo a três)
  • Dogging (sexo em locais públicos ou dentro do carro)
  • Voyeurismo (observar corpos nus ou pessoas fazendo sexo)
  • Engasgo
  • Sexo ao ar livre
  • Fetiche por pés
  • Calcinha usada
  • Sufocamento 
  • Edge play (controlar/ interromper a chegada ao orgasmo)