Doutor Jairo
Leia » Sexo

BBB21: Juliette revela que nunca fez sexo anal; veja dicas para o momento

Em conversa com outros participantes, Juliette deu detalhes da vida sexual
Em conversa com outros participantes, Juliette deu detalhes da vida sexual - Reprodução / Globo

Redação Publicado em 17/02/2021, às 14h00 - Atualizado às 16h00

Na noite da última terça-feira (16), no BBB21, alguns brothers se reuniram no quarto para conversar sobre a vida íntima. E, durante o assunto, Juliette se sentiu confortável para contar que nunca fez sexo anal.

"Vou falar. Brasil, não me julgue!", começou ela, brincando. "É uma coisa que parece óbvia, mas que não é. Minhas amigas enchem meu saco. Eu, por exemplo, não fiz sexo anal. E as minhas amigas morem de rir de mim, dizendo: 'tu só quer dar uma de gostosa e tu é mole!'", revelou a advogada.

Sarah, amiga da sister, respondeu que também nunca fez e Juliette pareceu se chocar. "Não? Mas minhas amigas dizem que é normal".

"Ah, pode ser. Mas vai de você gostar ou não. Já tentei, não gostei. Não deixei, não deixei. Falei: 'parou, parou'", rebateu Sarah.

A conversa continuou por mais um tempo e Juliette garantiu que ainda pretende fazer anal.

Dicas para o sexo anal

Como tudo no sexo, é preciso que ambos estejam a fim de fazer. Se a pessoa se sente pressionada a topar só para agradar o parceiro, ela provavelmente não vai relaxar. E, sem isso, fica muito difícil fazer sexo anal. Veja outras dicas importantes: 

1ª) é preciso ir devagar. O esfíncter e a região do ânus são formados por tecidos musculares, que são elásticos, mas tanto podem se dilatar quanto se contrair. Se a pessoa "for com muita sede ao pote", o esfíncter sofre uma contração reflexa, e isso provoca muita dor e desconforto. 

2ª) use sempre camisinha! O ânus é uma região do corpo contaminada com muitos micro-organismos, como bactérias, vírus e fungos. Por isso, se o casal faz sexo sem preservativo, há risco aumentado de infecção. E isso sempre causa dor de cabeça – é preciso ir ao médico, usar antibióticos etc. 

3ª) use sempre lubrificante, e tem de ser um produto à base de água. Não vale usar sabonete, hidratante, condicionador, azeite, óleo ou manteiga, que podem danificar a composição da camisinha. O mais seguro para evitar que isso aconteça, bem como para evitar risco de alergia ou irritação é usar os lubrificantes à base de água. Eles podem ser comprados nas prateleiras das farmácias e geralmente ficam ao lado dos preservativos. 

4ª) para quem gosta de variar, lembre-se que para cada destino do corpo é preciso usar um preservativo diferente. Em outras palavras, se o casal está fazendo sexo anal e decide mudar para o vaginal, ou vice-versa, é preciso parar e trocar a camisinha. Por quê? Para evitar que os micro-organismos de uma região do corpo sejam levados para outra, o que aumenta o risco de infecções.