Doutor Jairo
Assista

Candidíase e infecção urinária: é possível se reinfectar durante a relação sexual?

None

Jairo Bouer Publicado em 28/11/2020, às 15h00 - Atualizado às 16h08

Candidíase e infecção urinária são quadros infecciosos comuns, porém com diferenças entre si e que requerem diversos cuidados.

A candidíase é uma infecção provocada por um fungo chamado “Candida albicans” ,  que pode provocar corrimento de cor esbranquiçada, coceira, desconforto, dor na hora da relação sexual, incômodo e vermelhidão. Todos esses fatores mostram que existe algo de errado ali e essa condição pode ser difícil de ser trata, com altos riscos de reincidência.

Muitas vezes, mudanças de hábitos são importantes, como: evitar usar maiô ou biquíni molhado durante muito tempo, dar preferência à calcinha de algodão, dormir sem calcinha para promover uma menor umidade na região, entre outras orientações.

A candidíase também pode ser transmitida sexualmente. Em que a mulher se trata, o parceiro segue com a infecção sem sintomas e volta a infectar a parceira. Sendo que o contrário também é possível.

Já a infecção urinária pode ser causada por uma série de agentes e bactérias, com um mecanismo similar.

A mulher tem uma facilidade maior de ser acometida, já que o canal vaginal e a uretra são muito próximos. A própria relação sexual ou as fases do clico menstrual provocam alterações no PH e na acidez da vagina, o que favorece o crescimento de bactérias que podem migrar pela uretra, provocando a infecção urinária.

É muito importante que toda vez em que um dos dois apresentar alguma manifestação ou diagnóstico de infecções genitais, os dois procurem tratamento e evitem a reinfecção que pode acontecer durante a relação sexual.

Assista, também, a outros vídeos no meu canal no YouTube

Saiba mais

Pequeno corte no saco pode facilitar infecção por HIV?

Quando tenho relações sexuais minha uretra queima e arde. O que pode ser?