Doutor Jairo
uncategorized

Quais os efeitos do estresse na pele? Saiba como lidar com as condições mais frequentes

None

Jairo Bouer Publicado em 30/11/2020, às 14h17

Sentiu que a pele mudou após um período de estresse? A dermatologista Lilian Akemi Ota responde às perguntas de Jairo Bouer sobre as principais doenças da cútis que podem ser agravadas pelo esgotamento mental.

Dr. Jairo Bouer:Quais são as doenças mais comuns quando pensamos em pele, ou nos anexos, como cabelos e pelos, por conta do estresse gerado por conta da pandemia?

Dr. Lilian Akemi Ota: Vamos falar a respeito das doenças de pele e anexos mais frequentes em situações de estresse, como estamos vivendo nesta pandemia do coronavírus. A acne e a dermatite seborreica são as dermatoses mais encontradas nas clínicas e consultórios de dermatologia. Isso porque o estresse estimula a secreção sebácea e provoca uma piora dos casos de acne, com lesões inflamadas e doloridas, que se localizam, principalmente, na região da máscara de proteção. Descamação e coceira no couro cabeludo, ocasionados pela seborreia, também têm incomodado muita gente.

Dr. Jairo Bouer:O que a pessoa pode fazer nesses casos para evitar as lesões?

Dr. Lilian Akemi Ota: Nestes casos, evitar a água quente e lavar os cabelos com produtos adequados numa frequência maior podem ser de grande ajuda no controle do caso. Para a acne, sempre lavar o rosto com água fria e sabonetes que controlem a oleosidade da pele. Tópicos com ação anti-inflamatória e secativos também podem auxiliar muito.

Quer saber mais? Escute a entrevista completa:

Veja também:

Assista, também, a outros vídeos no meu canal no YouTube

Saiba mais

Atividade física age como escudo contra o estresse materno, mostra estudo feito na pandemia

Mirella desmaia por estresse emocional em ‘A Fazenda’; entenda porque isso acontece