Doutor Jairo
Leia » Isolamento

Solteiros se masturbam até três vezes ao dia na pandemia, diz pesquisa

Desde o começo do isolamento, as pessoas têm se masturbado com mais frequência
Desde o começo do isolamento, as pessoas têm se masturbado com mais frequência - Freepik

Redação Publicado em 15/03/2021, às 17h40

Uma pesquisa feita nos EUA mostra que a pandemia teve impacto na vida sexual das pessoas, fazendo não só com que elas se masturbassem mais, mas também tivessem melhores orgasmos.

Conduzida pelo instituto OnePoll a pedido de um fabricante de lubrificantes, a pesquisa contou com 2.005 americanos solteiros. Os resultados mostram que três em cada dez pessoas se masturbam mais de uma vez por dia e quase metade dos entrevistados (48%) admitiu ter começado a se masturbar com mais frequência desde o começo do isolamento, em março de 2020.

Mas não é só isso! Além de buscarem prazer de forma individual, um terço (34%) dos entrevistados afirmou que teve orgasmos melhores durante o isolamento e mais de um quarto (26%) também está assistindo a mais pornografia.

Por fim, quase metade deles (47%) afirma que costumava ter vergonha de se masturbar. Desde o início da pandemia, no entanto, eles se tornaram muito mais abertos ao hábito.

Dicas para a solidão durante o isolamento

Apesar de, no estudo, muita gente relatar essa melhora da vida sexual indiviudal, ainda tem muita gente por aí procurando um parceiro para realizar seus desejos. Contudo, vale lembrar que, pelo menos no Brasil, a pandemia ainda não foi controlada.

Por isso, um encontro 100% seguro não existe durante esse momento. O que podemos dizer é que se as pessoas quiserem se ver e estiverem se cuidando e seguindo as medidas recomendadas pelos especialistas, o risco de contrair ou transmitir o vírus é baixo.

Mas vale lembrar que, mesmo com todos os cuidados, um dos dois pode ter se infectado e estar assintomático ou pré-sintomático. Apesar de existirem formas de se minimizar os riscos, o ideal seria que os casais esperassem mais um pouquinho a chegada da vacina para o grupo etário ao qual pertencem. Enquanto isso, a masturbação pode ser uma boa saída.