Doutor Jairo
Leia » Saúde

Drenagem linfática pode tratar problemas de ereção; entenda como

Especialista explica o processo
Especialista explica o processo - iStock

Redação Publicado em 11/06/2021, às 09h45

Há diversos motivos para que um homem tenha problemas de ereção e, sendo assim, também há inúmeros tipos de tratamento para essa situação. Contudo, quando a dificuldade de ereção é causada por um edema peniano ou escrotal, ela pode ser atenuada e tratada por meio da linfoterapia (drenagem linfática), desde que indicada pelo médico.

Normalmente, as causas do linfedema peniano e escrotal são obstrutivas, como doenças bacterianas e virais, que podem obstruir o funcionamento do sistema linfático e desencadear um acúmulo de líquidos, causando um inchaço. Esse quadro pode provocar dores, sangramento e até, em casos mais graves, ser acompanhado de uma infecção.

Confira:

De acordo com o linfoterapeuta Daniel Zucchi, a terapia por bandagens compressivas força o líquido que está fora (causa do edema) a entrar no vaso linfático. Para isso, é são utilizadas bandagens compressivas se assemelham a um suspensório, e que promovem uma sustentação de testículo e do pênis. A técnica é indolor e apresenta resultados satisfatórios. “Já tratei de casos bem complicados e que não resolveram com tratamentos medicamentosos. A drenagem linfática por bandagens compressivas pode beneficiar muito esses pacientes”, conclui o linfoterapeuta.

Assista também: