Pular para o conteúdo

Sexo na gravidez: pode ou não pode?

Jairo Bouer

7/11/2020 09:30




A gravidez é uma fase que exige muitos cuidados, por isso é natural que homens e mulheres fiquem com um certo receio sobre o que pode ou não pode ser feito. Ainda mais quando o tema é um tabu, como o sexo.

De forma geral, não há restrições, desde que a gestação não seja de risco.

Mas vale a pena tomar cuidado no final da gestação, quando o útero da mulher está grande e pressiona o canal da vagina, podendo gerar incômodo durante a penetração.

Nesse momento, a criatividade deve ser colocada em jogo e o casal pode buscar outras formas de estímulo sexual.

Assista, também, a outros vídeos no meu canal no YouTube

Múltiplos parceiros

Para quem tem múltiplos parceiros e seguirá com uma vida sexual ativa, é imprescindível o uso da camisinha. Assim, a mulher e o feto que está se desenvolvendo ficam protegidos contra as ISTs (Infecções Sexualmente Transmissíveis). Algumas delas podem ter consequências graves para a saúde do bebê.

Complicações na gravidez

Caso a mulher tenha alguma complicação, como dificuldade de implantação da placenta, sangramento, risco de descolamento de placenta, entre outros, aí sim pode ser melhor evitar o sexo na gravidez. É importante conversar com o médico para avaliar qual a extensão do caso.

Tabu?

Há, também, uma resistência, tanto dos homens quanto das mulheres, quando o assunto é atividade sexual nesse período, seja por medo, vergonha ou pensamento fixo no filho. Nesse momento, a conversa tanto com a parceira quanto com o médico pode esclarecer as dúvidas e garantir uma relação mais tranquila e saudável.

Saiba mais

É possível infartar durante o sexo?

Mariana Goldfarb afirma gostar de sexo ao ar livre; quais os cuidados ao praticar?

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS