Doutor Jairo
Ouça

Suicídio: quando recorrer à internação em hospital psiquiátrico?

None

Jairo Bouer Publicado em 01/12/2020, às 09h00

Jairo, uma pessoa que tentou suicídio por motivo de relacionamento precisa ser internada em um hospital psiquiátrico? Sim ou não? Por quê?

A maior parte das pessoas que tenta suicídio normalmente tem alguma dificuldade emocional de base. Muitas vezes, a tentativa de suicídio vem na esteira de um transtorno emocional ou mental com sofrimento psíquico bastante importante.

A principal causa para o suicídio é a depressão, mas também existem outros fatores que podem aumentar o risco de alguém tirar a própria vida, como o transtorno de personalidade do tipo borderline, doença afetiva bipolar e dependência de álcool ou drogas, entre outros. Às vezes, a pessoa não tem um transtorno mental, mas acontece algo na vida dela que faz com que ela tome uma decisão abrupta. Ela reage impulsivamente e tenta suicídio.

Então, em resposta à pergunta: quando há um transtorno de base e o risco permanece, se não há a possibilidade de um controle muito próximo, a equipe médica pode recomendar uma internação para proteger a pessoa. Já no caso de um evento isolado, em que a questão está resolvida e não há o risco concreto de uma nova tentativa, segundo a avaliação do médico e da equipe de saúde mental, a internação pode não ser necessária. Por isso, essa avaliação é fundamental.

Veja também:

Assista, também, a outros vídeos no meu canal no YouTube

Saiba mais:

Borderline: entenda como os sintomas interferem nos relacionamentos

Whindersson Nunes e depressão: live esclarece dúvidas sobre saúde mental