Doutor Jairo
Leia » Saúde

Usar cigarros eletrônicos e tabaco aumenta sintomas respiratórios

O cigarro eletrônico é uma das alternativas para quem deseja parar de fumar
O cigarro eletrônico é uma das alternativas para quem deseja parar de fumar - iStock

Redação Publicado em 23/04/2021, às 21h00

O uso exclusivo dos cigarros eletrônicos pode ajudar algumas pessoas que desejam parar de fumar. Entretanto, muitas das que fazem essa escolha continuam fumando cigarros convencionais de tabaco. 

Um novo estudo realizado por pesquisadores do Massachusetts General Hospital (MGH - Estados Unidos), revelou que existe uma maior probabilidade de indivíduos que usam cigarros eletrônicos e de tabaco simultaneamente desenvolverem sintomas respiratórios, como tosse e chiado, quando comparados aqueles que utilizam qualquer um dos tipos de forma exclusiva. 

As descobertas foram publicadas no American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine e os pesquisadores analisaram dados sobre 20.882 americanos com 12 anos ou mais participantes do Estudo de Avaliação Populacional de Tabaco e Saúde (PATH), uma pesquisa longitudinal com representação nacional nos Estados Unidos. 

Descobertas 

Segundo os autores, os participantes analisados não apresentaram sintomas respiratórios quando pesquisados em 2015-2016. Porém, cerca de um ano depois, os problemas foram relatados por 10,7% dos que não usavam cigarros eletrônicos ou tabaco, 11,8% dos usuários exclusivos dos eletrônicos, 17,1% dos fumantes só de tabaco e 19,7% dos usuários duplos, isto é, aqueles que fumam os cigarros eletrônicos e os de tabaco simultâneamente.

[Colocar ALT]
Confira, aqui, algumas dicas de como parar de fumar 

Diante desses dados, os chamados usuários duplos apresentaram 1,9 vezes mais chances de desenvolver sintomas respiratórios em comparação às pessoas que fazem uso exclusivo dos eletrônicos. Além disso, o estudo mostrou uma probabilidade 1,24 vezes maior do que os fumantes só de tabaco. 

O risco de novos sintomas respiratórios entre os indivíduos que só consumiam cigarros eletrônicos não foi significativamente maior do que o entre aqueles que não fumavam nenhum dos dois tipos. 

O objetivo é parar 

De acordo com os pesquisadores, para ajudar pessoas que desejam parar de fumar, o ideal é utilizar os medicamentos aprovados pelas autoridades de saúde, como os adesivos de nicotina e alguns remédios. 

Para eles, o estudo mostra o quão importante é conscientizar a população sobre os riscos, incentivar as pessoas a, primeiramente, mudar por completo para o cigarro eletrônico e, como objetivo final, parar de fumar

Veja também: