Pular para o conteúdo

Pitty celebra 14 anos de casamento; o que faz um relacionamento dar certo?

Da Redação

28/09/2020 22:11




Pitty está comemorando 14 anos de casamento ao lado de Daniel Weksler, baterista do NX Zero, nesta segunda-feira (28).

A cantora usou suas redes sociais para enaltecer a data e o relacionamento com o músico.

Na imagem compartilhada em seu perfil no Instagram, os dois surgiram sentados de costas um para o outro em um gramado.

“14 e contando”, declarou ela na legenda. “14 aninhos de muito amô”, retribuiu ele nos comentários..

Pitty e Daniel se conheceram em 2006, durante uma premiação, e após dois anos decidiram morar juntos. Madalena, de 6 anos, é fruto do casamento do casal.

O que faz um relacionamento dar certo?

Por que alguns casais permanecem juntos e outros não? Essa pergunta desperta cada vez mais interesse numa época em que o interesse pelo casamento tradicional parece ter diminuído, e que ninguém mais é obrigado a ficar com alguém só para agradar a família ou a sociedade.

Segundo uma equipe de psicólogos da Universidade de Administração de Cingapura, tudo depende do quanto os envolvidos se sentem preparados e interessados num relacionamento sério. Com dois estudos publicados no ano passado, mas divulgados apenas agora, os pesquisadores descobriram que essa motivação influencia a maneira como as pessoas se sentem em relação ao relacionamento.

A primeira pesquisa contou com 197 pessoas de diferentes idades envolvidas em relacionamentos românticos. Os questionários respondidos mostraram que aquelas com maior desejo de compromisso, e que percebiam o mesmo nos parceiros, eram as que estavam mais seguras sobre a estabilidade futura do casal.

O segundo estudo contou com 275 estudantes de graduação, e os resultados foram parecidos: quanto maior o desejo em ter um relacionamento sério, menor a tendência a relatar ideias de separação.

Veja também:

Assista, também, a outros vídeos no meu canal no YouTube

Atração em jogo

A equipe também queria saber como seria o impacto dessa vontade de ter algo sério na atração por outras pessoas. Para isso, eles recrutaram 187 estudantes de graduação solteiros e os convidaram para visualizar perfis de candidatos que incluíam foto, biografia, informações diversas e seu interesse em relacionamentos de curto ou longo prazo. Como previsto, os estudantes tendiam a se interessar mais pelos candidatos que expressavam interesse em algo duradouro, independente das outras características.

Os autores do estudo observam que essa influência pode ter um lado negativo: quando o foco está no compromisso, uma pessoa pode acabar se envolvendo com alguém que não supre suas necessidades, ou que não tem outras qualidades importantes, como ser atencioso e compreensivo.

As análises sugerem que a maioria das pessoas ainda deseja ter um relacionamento sério. Mas o curioso é que quanto maior o interesse em compromisso, mais estratégica é a pessoa: ela busca parceiros que também demonstrem esse desejo, e tende a evitar quem só quer aventura.

Você pode achar que os menos interessados em compromisso fazem a mesma coisa, certo? Não foi isso que o estudo constatou. Parece que os aventureiros são apenas menos restritivos na hora de paquerar. Quem estiver em em busca de um marido ou de uma mulher que se cuide.

*Da Redação do Site do Dr. Jairo Bouer

Saiba mais:

Borderline: entenda como os sintomas interferem nos relacionamentos

Como saber se estou num relacionamento abusivo?

Boa comunicação é ingrediente essencial nos relacionamentos abertos

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS