Doutor Jairo
Leia » Qualidade de sono

Ouvir música calma pode ajudar adultos a dormirem melhor, diz estudo

Entenda por que isso ocorre
Entenda por que isso ocorre - iStock

Redação Publicado em 22/04/2021, às 11h52

Um estudo publicado no Journal of the American Geriatrics Society mostrou que ouvir música pode ajudar os adultos mais velhos a dormir melhor.

Os pesquisadores do National Cheng Kung University Hospital, em Taiwan, combinaram os resultados de estudos anteriores para compreender o efeito que ouvir música pode ter na qualidade do sono dos idosos. Dessa forma, eles chegaram às seguintes conclusões:

- Adultos mais velhos (com 60 anos ou mais) que vivem em casa dormem melhor quando ouvem música por cerca de 30 minutos a uma hora antes de dormir.

- A música calma tem mais potencial de melhora na qualidade do sono dos idosos do que a música rítmica.

- Os adultos mais velhos devem ouvir música por mais de quatro semanas para ver o maior benefício de ouvir música.

Por que os adultos mais velhos têm dificuldade em ter uma boa noite de sono?

À medida que envelhecemos, nosso ciclo de sono muda e torna-se mais difícil conseguir uma boa noite de sono. Mas afinal, o que realmente significa ter uma boa noite de sono? Se você acordou descansado e pronto para começar o dia, provavelmente dormiu profundamente na noite anterior. Mas se você está cansado durante o dia, precisa de um café para se manter saudável ou acorda várias vezes durante a noite, pode não estar dormindo profundamente. 

Como os pesquisadores estudaram o efeito da música na qualidade do sono de adultos mais velhos

Para seu estudo, os pesquisadores procuraram estudos anteriores que testaram o efeito de ouvir música em adultos mais velhos com problemas de sono que vivem em casa. Eles analisaram cinco estudos com 288 participantes. Metade dessas pessoas ouvia música; a outra metade recebeu o tratamento usual ou nenhum tratamento para seus problemas de sono. Pessoas que foram tratadas com música ouviram música calmante ou rítmica por 30 minutos a uma hora, durante um período que variou de dois dias a três meses. (A música calmante tem um ritmo lento de 60 a 80 batidas por minuto e uma melodia suave, enquanto a música rítmica é mais rápida e alta.) Todos os participantes responderam a perguntas sobre como achavam que estavam dormindo. Cada participante acabou com uma pontuação entre 0 e 21 para a qualidade do sono.

Os pesquisadores analisaram a diferença nas pontuações médias para:

- pessoas que ouviram música em comparação com pessoas que não ouviram música;

- pessoas que ouviam música calma em comparação com pessoas que ouviam música rítmica;

- e pessoas que ouviram música por menos de quatro semanas em comparação com pessoas que ouviram música por mais de quatro semanas.

O que os pesquisadores aprenderam

Ouvir música calmante na hora de dormir melhorou a qualidade do sono em adultos mais velhos, e música calmante foi muito melhor para incrementar a qualidade do sono do que a música rítmica. Os pesquisadores disseram que a música calmante pode melhorar o sono, diminuindo a frequência cardíaca e respiratória, e reduzindo a pressão arterial, o que, por sua vez, ajuda a diminuir os níveis de estresse e ansiedade.

Os pesquisadores também aprenderam que ouvir música por mais de quatro semanas é melhor para incrementar a qualidade do sono do que ouvir música por um período mais curto.

Limites do estudo

- Os pesquisadores analisaram apenas estudos publicados em inglês e chinês, o que significa que podem ter perdido estudos em outras línguas sobre o efeito da audição de música no sono em adultos mais velhos.

- Os resultados podem não se aplicar a adultos mais velhos com doença de Alzheimer ou doença de Parkinson.

- Nos estudos que os pesquisadores usaram, as pessoas que ouviam música receberam mais atenção dos pesquisadores do que as pessoas que receberam tratamento padrão ou nenhum tratamento para seus problemas de sono. Isso significa que as melhorias no sono no grupo de musicoterapia podem ser devido a essa atenção extra.

- Como os diferentes estudos usaram diferentes tipos de música, os pesquisadores não conseguiram identificar qual tipo de música calmante melhorou o sono.

- Todas as pessoas no estudo tinham tipos semelhantes de problemas de sono. Isso significa que ouvir música pode não ajudar as pessoas com outros tipos de problemas de sono.

Veja também: