Doutor Jairo
Leia » Dúvida

Minha filha está vendo pornô, e agora?

É importante explicar que nem tudo mostra condiz com a realidade
É importante explicar que nem tudo mostra condiz com a realidade - iStock

Redação Publicado em 02/04/2021, às 12h00

Peguei o celular da minha filha de 13 anos e no histórico do celular vi que ela assistiu a alguns vídeos pornôs. Isso é normal? O que você me aconselha a fazer?

Hoje em dia, com a facilidade dos celulares, é comum que crianças e pré-adolescentes tenham acesso fácil a coisas que, antigamente, não tinham. De jogos online a vídeos pornôs, tudo está na palma da mão deles e a preocupação em saber o que eles estão consumindo é natural.

Por isso, ao receber essa pergunta de um seguidor, Jairo Bouer sugeriu uma saída bem simples: conversar. Segundo ele, é importante explicar que esse tipo de conteúdo nem sempre condiz com a realidade e que pode, em muitos casos, mostrar e alimentar comportamentos machistas e misóginos.

O ideal, claro, seria adiar o consumo desses vídeos até que a menina tivesse maturidade para entender o peso desse tipo de conteúdo. Mas nem sempre é possível controlar tudo o que eles assistem na internet e o que é enviado pelos colegas. Por isso, o caminho é este, mesmo: ficar de olho no que os filhos acessam, e não ter vergonha de conversar com naturalidade sobre esses assuntos. 

Veja mais: