Pular para o conteúdo

Justin Bieber revela pensamentos suicidas após bullying; saiba como identificar os sinais

Da Redação

4/11/2020 14:45




Justin Bieber desabafou sobre pensamentos suicidas que teve na adolescência durante o novo documentário ‘Justin Bieber: Next Chapter’, lançado na última terça-feira (3).

O cantor afirmou que a pressão da fama e o bullying que sofreu tiveram impacto na sua saúde mental e o fizeram entrar em depressão.

justinbieber 121505047 934408370415893 1983785485757858122 n 1 1024x683 - Justin Bieber revela pensamentos suicidas após bullying; saiba como identificar os sinais
Crédito: Instagram/@justinbieber

“Teve momentos em que eu pensei muito em suicídio. Pensava em algo tipo ‘cara, essa dor vai passar algum dia?’. Era tão consistente, a dor era tão consistente. Eu estava sofrendo, então pensava: ‘Prefiro não passar por isso’”, relatou.

Atualmente com 26 anos, ele disse que sua aparência foi um dos principais alvos das críticas e que passou a experimentar drogas após a fama.

“Eu não tinha ideia de que seria sugado por todas essas coisas. Havia tantas pessoas que eram tão más. Pessoas aleatórias que estavam tipo, ‘Você é péssimo’, ‘Você parece uma garota’. Eu queria me livrar disso e agir como se isso não me incomodasse, mas essas coisas me incomodavam e afetavam como eu agia e como tratava as pessoas”, explicou.

Como ajudar que parece pensar em suicídio?

A ideação suicida pode ser expressa de diversas maneiras, seja sutil (com palavras ou imagens mais sombrias nas redes sociais, abandono de atividades, isolamento ou mudanças de comportamento), ou de forma mais explícita (com frases como “a vida perdeu o sentido pra mim” e “eu sou um peso para os outros”, ou até elaboração de testamento).

Se você suspeita que alguém do seu círculo esteja passando por isso, demonstre disposição para ouvir sem julgamentos. Muitas vezes, as pessoas tentam ajudar com frases como “eu já passei por coisa pior”, “agradeça pelo que você tem de bom” ou “levanta a cabeça”, mas isso só aumenta a sensação de culpa ou de impotência diante do sofrimento.

O Centro de Valorização da Vida, Ministério da Saúde e a campanha Setembro Amarelo, entre outros, disponibilizam cartilhas com informações valiosas para quem quer ajudar, mas não sabe como. Se você suspeitar de uma emergência, não hesite: ligue para o SAMU (192), ou leve a pessoa para um serviço de emergência (em pronto-socorros, hospitais ou numa UPA 24H).

Veja também:

Assista, também, a outros vídeos no meu canal no YouTube

Saiba mais

Susana Vieira revela depressão durante a pandemia; como identificar a condição?

Lady Gaga revela ter pensado em suicídio: ”Não entendia por que deveria viver”

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS