Pular para o conteúdo

Atendendo a Bolsonaro, governo lança projeto de prevenção do câncer de pênis

Da Redação

12/11/2020 20:10




Nesta quinta-feira (12), o governo federal lançou um projeto de prevenção do câncer de pênis. A proposta foi levantada após a preocupação do presidente Jair Bolsonaro sobre os números de amputações penianas no país em abril de 2019.

“No Brasil, ainda, nós temos por ano mil amputações de pênis por falta de água e sabão. Quando se chega em um ponto desse, a gente vê que nós estamos realmente no fundo do poço”, disse ele.

Segundo a Agência Brasil, Piauí, Maranhão, Tocantins, Pará e Sergipe são os cinco estados com as maiores mortalidades pela condição nos últimos anos e estes serão os principais alvos do programa.

Com investimento inicial de R$ 20 milhões, o dinheiro será revertido para ações educativas de higiene genital, prevenção de infecção por HPV e para a qualificação de profissionais da saúde para identificação precoce dos sintomas de câncer de pênis.

Mudanças de hábito podem evitar câncer de pênis

Informações publicadas no site do A.C. Camargo revelam que os mais afetados são homens entre 50 aos 70 anos de idade.

Os primeiro sinais são perceptíveis, como lesões indolores na glande, mas muitos homens não conseguem vencer a vergonha de procurar um médico. Ao longo do tempo, o tumor tende a se espalhar para dentro do órgão e até pode atingir os gânglios linfáticos da virilha e abdome.

A limpeza pode impedir o acúmulo de esmegma, que é uma secreção das glândulas que ficam na pele que cobre a glande. Esse fator é ainda mais comum quando há fimose.

Além da falta da higiene e a fimose, o fumo é um dos principais fatores para diversos tipos de câncer, inclusive o de pênis. Caso o fumante seja portador de HPV, o risco é ainda maior.

Isso porque o papilomavírus humano (HPV) é uma das causas da condição, que também pode ser um dos responsáveis por tumores no colo do útero, na orofaringe (boca e garganta) e no ânus. O mesmo pode acontecer com portadores do HIV. Por esse motivo, é imprescindível utilizar preservativo durante relações sexuais, inclusive no sexo oral.

Visitas regulares ao médico podem ser essenciais para prevenir o câncer de pênis. Um diagnóstico inicial pode diminuir as probabilidades de amputação do órgão, que apenas acontece em situações em que o tumor é grande ou em estágio avançado.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS