Doutor Jairo
Assista » Tira dúvidas

Meu marido se masturba com vídeo pornô todos os dias; é normal?

A masturbação é um processo natural e faz parte da vida de homens e mulheres
A masturbação é um processo natural e faz parte da vida de homens e mulheres - iStock

Redação Publicado em 21/05/2021, às 13h50

Doutor, é normal um homem casado se masturbar no banheiro com vídeo pornô todo dia e mal transar com a mulher? 

Nessa situação, existem algumas questões que precisam ser esclarecidas. Primeiramente, é normal homens e mulheres dentro de um relacionamento estável se masturbarem. A masturbação é um processo natural que pode fazer parte do cotidiano de muitos homens casados; isso não significa que o marido não tenha mais interesse na parceira, só que está buscando outras formas de obter prazer.

Assim como muitas mulheres casadas também se masturbam. É um momento de fantasia, de elas ficarem consigo mesmas e conhecerem melhor o próprio corpo. Portanto, pessoas casadas ou em relacionamentos estáveis, eventualmente, buscam prazer na masturbação e isso acaba fazendo parte da construção da vida sexual de cada um. 

Aposte na comunicação e na criatividade

Apesar da masturbação ser um comportamento normal mesmo em um casamento, se a prática começa atrapalhar o relacionamento e a pessoa passa a não dar a devida importância para a relação sexual do casal, aí sim pode gerar um conflito.

Vale lembrar que a diminuição das relações sexuais é comum em relacionamentos longos. Muitos casais que estão juntos há muito tempo contam que, depois de anos de convivência, a frequência da vida sexual cai e a masturbação pode aparecer como uma das alternativas.

Por isso existe uma série de possibilidades que podem ajudar a melhorar a vida sexual do casal. É essencial conversar, explicar o que está incomodando e entender as motivações e dificuldades do parceiro. 

Além disso, o casal pode utilizar o vídeo pornô para apimentar a intimidade ou, ainda, a mulher fazer parte das fantasias do marido e vice-versa. O ideal é buscar sempre inovar, criar e brincar mais em cima da vida sexual dos dois pois, flexibilizando um pouco a forma de fazer sexo, o relacionamento pode ficar mais rico, variado e melhor.