Doutor Jairo
Leia

Pessoas com HIV são protagonistas de doc-reality na MTV; estreia é neste Dia Mundial de Luta Contra Aids (1º)

None

Da Redação Publicado em 30/11/2020, às 17h42 - Atualizado às 19h13

Nesta terça-feira (1º), Dia Mundial de Luta Contra a Aids, a MTV estreia, às 20h, o doc-reality “Deu Positivo”, protagonizado por pessoas que vivem com o HIV.

Gravado durante a pandemia, com todos os cuidados necessários, o projeto tem como objetivo informar, por meio de histórias reais, alguns temas fundamentais, como a importância de se combater o preconceito e a sorofobia, além de divulgar o conceito de indetectável = intransmissível (pessoas em tratamento, que têm carga viral indetectável, não transmitem o vírus).

O projeto é de autoria da farmacêutica GSK/ViiV Healthcare, com coprodução da Vbrand e do Cine Group, além de promoção da MTV Brasil.

Crédito: Divulgação “Deu Positivo”

Três episódios

O projeto conta com três episódios, sendo que o segundo e o terceiro acontecem dias 2 e 3 de dezembro, no mesmo horário.

O primeiro episódio conta a história de Victor Bebiano, um multiartista de de 23 anos que, recentemente, tornou público que vive com HIV. Ele namora há dois anos com o cenógrafo e aderecista Guilherme Custódio, e, portanto, eles formam um casal sorodiscordante. Ambos criam um projeto visual, e Victor cria uma música e um clipe com ajuda do criador de conteúdo Gabriel Comicholi.

O segundo episódio é sobre André Araújo, um jovem potiguar de 32 anos que chegou a São Paulo para expandir seus horizontes, no mesmo momento que recebe o diagnóstico de que vive com HIV. Engajado na militância artística contra sorofobia, sua jornada vai ser acompanhada pela artista plástica Micaela Cyrino. Em paralelo, o digital influencer Lucas Raniel convida a jovem Victória Petrinni para conhecer um projeto de acolhimento, e ouve sua história de relação sorodiferente com a namorada Gabi.

O terceiro episódio narra a história de Emer Conatus, um educador cultural de 26 anos, que vive com HIV e atua em diversas ações para informar e educar. A iniciativa mais recente de Emer é o podcast Preto Positivo, que ele co-produz com Raul Nunnes. O tema principal, aqui, é a importância das redes de afeto para propagar informação e superar o preconceito contra o HIV.

Serviço:

“DEU POSITIVO”

1º, 2 e 3 de dezembro, às 20h, na MTV

Veja também:

Leia mais:

HIV e Covid-19: Unaids reforça metas para combater discriminação e ampliar tratamento

Mais de 43% das pessoas com HIV enfrenta discriminação dentro da própria família