Doutor Jairo
Leia » Covid-19

Mc Fioti lança clipe de “Bum Bum Tam Tam” em homenagem à vacina

MC Fioti passa por várias áreas do Instituto Butantan no clipe lançado neste sábado (23)
MC Fioti passa por várias áreas do Instituto Butantan no clipe lançado neste sábado (23) - Reprodução/YouTube

Redação Publicado em 23/01/2021, às 14h53

MC Fioti estreia a nova versão do hit “Bum Bum Tam Tam” com um clipe lançado neste sábado (23). O remix foi apresentado pelo Instituto Butantan, no Twitter, como o “Hino da Vacina”.

O clipe começa com MC fazendo um pedido para o gênio da lâmpada: “A cura do coronavírus”, pede o músico. O desejo é atendido e ele acorda na escadaria do Instituto, com seu funk dançante. Visita diversas áreas do Instituto, em São Paulo, como o Museu Biológico e a biblioteca, e até aparece com jaleco branco, fazendo "experimentos" no microscópio.

 “A vacina é saliente, vai curar 'nóis' do vírus e salvar muita gente. Vai no Butantan. Vem no Butantan”, diz o refrão. “Se vacina aí, pô!”

Em entrevista à colunista Monica Bergamo, da Folha de S.Paulo, o funkeiro disse que não recebeu patrocínio do Butantan, nem do governo de São Paulo para gravar o clipe, e que o investimento partiu dele próprio.  

Gravação do clipe

Segundo o Butantan, a gravação do clipe ocorreu antes da aprovação emergencial da vacina contra a Covid-19, feita em parceria com a chinesa Sinovac. O aval foi dado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no último domingo (17).

O clipe foi dirigido por Kaique Alves do KondZilla Records. A primeira versão do “Bum Bum Tam Tam” foi gravada por MC em 2017, no canal KondZilla. Mas ganhou ainda mais audiência no início deste ano, em apoio à vacina que começou a ser aplicada esta semana.

#TodosPelasVacinas

A peça também foi divulgada pelo movimento #TodosPelasVacinas, que envolve cientistas, sociedades médicas, educadores, políticos e artistas, e tem como objetivo combater as informações incorretas que têm circulado em relação às vacinas e à Covid-19. 

Na versão acima, MC Fioti faz perguntas sobre a vacinação, respondidas pelo professor Daniel Bargieri, do Núcleo de Pesquisas em Vacinas da USP (Universidade de São Paulo). Ele também menciona o imunizante desenvolvido pela Fiocruz, no Rio de Janeiro (em parceria com a Astra-Zeneca/Oxford), e explica que a eficácia de 50%, como a do imunizante do Butantan, consegue, aos poucos, eliminar o vírus da população. 

Vários outros artistas também se envolveram na campanha TodosPelasVacinas, com clipes ou depoimentos, como a atriz Denise Fraga, o músico Thobias da Vai-Vai, a deputada e cantora Leci Brandão e a geneticista Mayana Zatz, para citar alguns nomes.