Pular para o conteúdo

Babu Santana lamenta falta de diversidade em emojis: “Seria pedir muito?”

Da Redação

8/10/2020 12:42




Babu Santana usou suas redes sociais, na última quarta-feira (7), para falar de diversidade nos emojis.

O ex-BBB afirmou que estava em busca de uma representação de pai e filha negros, porém não encontrou.

“Estou bolado com uma coisa aqui… Não tem emoji preto de pai e filha”, escreveu ele em seu Twitter.

babusantana 119604501 133819705071745 8693561376576679913 n 1 1024x683 - Babu Santana lamenta falta de diversidade em emojis: "Seria pedir muito?"
Crédito: Instagram/@babusantana

O cantor recebeu diversas mensagens em resposta a publicação. “É o tal do racismo que as pessoas insistem em dizer que não existe mais. Até o emoji de pai e filha negro esquecem de fazer”, declarou um. “É a família Simpsons”, brincou outra ao notar que haviam apenas emojis amarelos.

Após alguns discordarem do ator, minimizando seu pedido pela diversidade, ele resolveu rebater as críticas: “Seria pedir muito?”.

Sem titulo 1 - Babu Santana lamenta falta de diversidade em emojis: "Seria pedir muito?"

Inclusão é fundamental

A crítica do cantor faz todo sentido. A inclusão é importante em todos os aspectos, inclusive para a saúde mental dos negros. Ser discriminado, mesmo que de forma sutil, é algo que abala a autoestima, especialmente dos jovens, conforme vários estudos têm apontado.

As consequências do racismo estrutural, que afeta o Brasil, a gente vê nas estatísticas sobre transtornos mentais e suicídio. Segundo cartilha publicada no ano passado pelo Ministério da Saúde, a cada 10 adolescentes que tiram a própria vida, seis são negros. Em 2016, adolescentes negros de 10 a 19 anos apresentaram um risco 67% maior de suicídio em relação a brancos da mesma faixa etária.

Veja também:

Assista, também, a outros vídeos no meu canal no YouTube

Saiba mais

Como o racismo e a discriminação mexem com a saúde mental dos jovens

“Turma do meu filho é machista; o que eu faço?”

Casos de homofobia levantam discussão sobre impacto na saúde mental dos jovens

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS