Pular para o conteúdo

Angélica revela que controla o uso de internet dos filhos; isso é necessário?

Da Redação

9/11/2020 12:54




Angélica afirmou que controla o uso da internet dos filhos e que aderiu ao detox digital durante os fins de semana.

Em entrevista ao GShow, publicada nesta segunda-feira (9), a apresentadora afirmou que o celular era a primeira coisa que pegava quando acordava, mas que mudou esse hábito para evitar o vício.

angelicaksy 123225330 670023690374005 7710562515737875357 n 1 1024x683 - Angélica revela que controla o uso de internet dos filhos; isso é necessário?
Crédito: Instagram/@angelicaksy

“Isso é uma disciplina, se não prestar atenção e se fosse no começo, ele seria o último a me dar ‘boa noite’ e o primeiro a dar ‘bom dia’. Não dá, né? É realmente muito complicado isso”, disse.

A esposa de Luciano Huck ainda deu detalhes sobre como tenta deixar de lado o dispositivo.

“Tenho tentado me desconectar do celular nos fins de semana e, durante o dia, às vezes também deixo num lugar bem longe para que eu não pegue. Tenho feito algumas coisas assim para conseguir não estar conectada o tempo todo”.

Mãe de Joaquim, de 15 anos, Benício, de 13, e Eva, de 8, Angélica tenta passar um exemplo aos pequenos e faz questão de controlar o acesso à internet.

“Se nós, que temos maturidade e consciência de que isso não é bom o tempo inteiro, também perdemos o controle, imagina como é para um adolescente e uma criança que estão se formando ainda. Sou aquela mãe que fica o tempo todo assim: ‘Ficou quanto tempo no celular? Sai do computador! Sai do jogo!’. Faço isso o dia todo e não acho que estou errada. Eles me acham chata, mas eu os ajudo muito a desconectar em alguns momentos”, contou.

Será que controlar o uso de internet dos filhos é necessário?

Com muitas opções de acesso, é imprescindível que, principalmente na infância, os pais tenham um controle do que é consumido nas telas, por quanto tempo e como.

Dados da pesquisa Tecnologia e o Jovem, feita por Jairo Bouer em parceria com a Positivo Tecnologia, o Portal Educacional e a Katru Assessoria em Informação, mostram que os pais têm maior probabilidade de controlar o tempo de conexão em comparação em jovens de 13 ou menos.

Isso acontece porque conforme a criança entra na adolescência, ela quer mais liberdade e não é incomum que comece a negociar com os pais para que os limites sejam afrouxados.

O consumo excessivo pode causar diversos impactos e se manifestar de diferentes formas, como a busca por aceitação. O lado negativo é que os jovens também ficam mais propensos ao bullying, preconceitos e outras formas de violência.

É necessário que os jovens entendam essas questões antes que haja uma cessão no controle.

Assista, também, a outros vídeos no meu canal no YouTube

Saiba mais

J Balvin se ausenta das redes sociais após quadro depressivo; detox digital pode ajudar?

Redes sociais fazem garotos acharem que maconha turbina o sexo

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS