Pular para o conteúdo

Tenho transtorno bipolar, quando estou em fase de euforia não quero ajuda e vivo irritada. O que fazer?

Jairo Bouer

18/11/2020 13:31




Sou bipolar e estou em fase de depressão. Quando fico em euforia não quero ajuda e, da última vez, me divorciei do meu marido, o que me deixou ainda pior. Eu vivo irritada. O que fazer?

Quem tem transtorno bipolar precisa do acompanhamento de um psiquiatra frequente e constante. Ou seja, é importante que, periodicamente, você procure o seu psiquiatra para que ele cheque como está o seu humor e qual o melhor tipo de abordagem terapêutica e o melhor remédio que ele pode receitar naquela fase.

Nas fases de depressão, muitas vezes, você tem que usar um antidepressivo, em combinação com algum outro medicamento. Já nas fases de mania, pode ser que você tenha que usar remédios para conter um pouco essa expansão do humor. Também pode ser recomendado que você use um estabilizador do humor, uma substância que vai deixar você um pouco mais equilibrada em relação a esses altos e baixos tão característicos do transtorno bipolar.

Você contou ainda que vive irritada e isso é um sintoma tanto de depressão quanto dos quadros de mania. Então pode ser que você esteja sendo acompanhada de uma forma inadequada nesse momento, o que muitas vezes leva você a tomar decisões radicais na sua vida, das quais você pode até mesmo se arrepender, como, por exemplo, se separar do seu marido. 

Minha recomendação é procurar o psiquiatra, para checar com ele como você está do ponto de vista do transtorno bipolar. Além disso, também acho muito importante você contar com o suporte de outros profissionais da saúde, como um psicoterapeuta ou um assistente social, que vão te ajudar a pensar sobre os melhores caminhos para sua vida ser mais tranquila, mais estável e para te oferecer suporte quando necessário.

Veja também:

Assista, também, a outros vídeos no meu canal no YouTube

 

Saiba mais:

Qual a diferença entre o transtorno de borderline e o bipolar?

Transtorno bipolar pode ser confundido com depressão em jovens

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS