Pular para o conteúdo

Orgasmo feminino: estudos mostram quais as posições mais favoráveis para chegar lá

Da Redação

9/11/2020 20:01




Muitas mulheres têm muita dificuldade para alcançar orgasmo só com a penetração. Segundo alguns estudos, essa é a realidade para um terço delas. Para a maioria, é fundamental que o parceiro invista nas preliminares, e capriche na masturbação ou no sexo oral para que haja a estimulação do clitóris.

Massagear a região com o dedo ou algum brinquedo erótico, durante a penetração, pode facilitar bastante a vida dessas mulheres e permitir que o casal chegue junto ao orgasmo. Mas algumas posições também podem ser úteis nesse sentido, à medida que permitam o atrito entre o clitóris e o corpo do parceiro.

casalsexo 1024x683 - Orgasmo feminino: estudos mostram quais as posições mais favoráveis para chegar lá
Crédito: Pixabay

“Papai e mamãe” não ajuda muito

Segundo um estudo recente realizado na República Tcheca, com 11 mil adultos heterossexuais e 13 posições diferentes, pesquisadores descobriram que o famoso “papai e mamãe”, também chamado de “missionário” (o homem fica por cima, de joelhos dobrados, cara a cara com a mulher) é uma das mais adotadas pelos casais. Porém, essa não é a que mais beneficia as mulheres.

A análise apontou duas posições capazes de facilitar o orgasmo feminino. A primeira é a “vaqueira” – com a mulher sentada sobre o homem deitado, face a face. Além de permitir a estimulação do clitóris, a posição permite que as mulheres tenham mais controle sobre a velocidade e profundidade da penetração. Além disso, algumas delas gostam da sensação de estar por cima.

A segunda posição mais associada à consistência do orgasmo, para elas, é ambos sentados, frente a frente, com a mulher por cima. De novo, há mais chances de haver estimulação do clitóris nessa posição porque ela promove o contato direto com o abdômen do parceiro.

O estudo tcheco ainda apontou que as posições em que o homem fica por trás (o fomoso “cachorrinho”) são as que menos levam a mulher a gozar (a não ser, é claro, se elas tiverem o clitóris estimulado com vibrador ou com o dedo durante a penetração).

Técnica de alinhamento do coito

Segundo o psicólogo norte-americano Justin Lehmiller, pesquisador do Instituto Kinsey, ainda há uma outra posição que pode facilitar o clímax feminino: a técnica de alinhamento do coito, ou CAT (sigla em inglês).

A técnica nada mais é que uma variante do “papai e mamãe” – a única diferença é que o homem inclina mais o tronco e fica alinhado ao corpo da mulher, de modo que ambos fiquem com os rostos próximos. Isso permite que a baxe do pênis toque o clitóris da parceira. Colocar um travesseiro abaixo do quadril da mulher pode facilitar o encaixe.

Dessa forma, o casal consegue coordenar um movimento de pelve de modo que haja atrito sobre o clitóris durante toda a penetração. Diferente do “papai e mamãe” tradicional, em que o pênis entra e sai da vagina, num movimento mais horizontal.

Conclusão? Se está difícil para a mulher chegar lá durante a penetração, é fundamental que o casal tente posições diferentes ou adicione o estímulo ao clitóris enquanto ela for penetrada por trás. Vale lembrar que o feedback da parceira é muito importante, por isso fingir o orgasmo só vai atrapalhar as coisas.

Veja também:

 

Saiba mais:

Orgasmos múltiplos como da parceira de MC Lan são comuns?

Antidepressivo atrapalha o orgasmo? Saiba o que fazer

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS