Pular para o conteúdo

Esquecer alguém em tempos de rede social não é fácil

Jairo Bouer

18/02/2020 08:00




Superar o fim de um relacionamento sempre foi difícil, mas parece ser ainda mais complicado em tempos de redes sociais. Descobrir que o(a) ex está “em um relacionamento”, ou ser bombardeado com fotos dele(a) nas Memórias do Facebook atrapalha muito a vida de quem está tentando seguir em frente.

Um estudo realizado na Universidade do Colorado, nos EUA, embora pequeno, confirma essa impressão. O trabalho, publicado na revista Proceedings of the Association for Computing Machinery, contou com entrevistas detalhadas com usuários de redes sociais que passaram por uma separação recente.

Os resultados dão uma ideia do que acontece: mesmo tirando o(a) ex da vida on-line, as mídias sociais mandam a memória da pessoa de volta para o radar. Alguns entrevistados contam que isso acontecia várias vezes ao dia, o que é torturante.

Se você pode evitar uma festa porque sabe que tal pessoa foi convidada, é muito mais difícil evitar esbarrar o olho no comentário que ela fez na postagem de algum amigo em comum. Como observa o autor, se na vida real o casal separado pode decidir quem fica com o gato ou o sofá, num espaço compartilhado como as redes sociais é impossível determinar quem fica com uma foto publicada no passado ou mesmo com o grupo de conhecidos em comum.

O Facebook chegou a criar um recurso, há alguns anos, para ocultar as atividades do ex quando o usuário mudava o status para “solteiro”. Mas nem todo mundo usa a ferramenta para divulgar se está num relacionamento ou não. E o estudo diz que mesmo quem bloqueava o ex continuava a receber sugestões de amigos ou familiares da pessoa na área “Pessoas que você talvez conheça”.

Os algoritmos trazem uma série de facilidades, mas eles não são capazes de captar certas nuances das relações humanas. Por isso, o melhor conselho para quem quer esquecer alguém é dar um tempo das mídias sociais. Pelo menos até se sentir mais forte.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS