Pular para o conteúdo

É crise de pânico ou devo ir ao pronto-socorro?

Jairo Bouer

20/03/2020 21:18




O Brasil é o país com maior número de ansiosos do mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde. Numa fase como a atual, em que notícias sobre a covid-19 estão em todas as mídias, redes sociais e conversas, quem já sofre com o problema está ainda mais vulnerável. Por isso vale a pena lembrar quais os sintomas de uma crise de pânico:

– Dor no peito

– Palpitação

– Dormência nas mãos

– Suor excessivo

– Sensação de falta de ar

– Tontura

– Sensação de morte iminente

Algumas pessoas também podem ter sintomas gastrointestinais ligados à ansiedade, como dor de barriga, náusea ou diarreia.

Com a pandemia de covid-19, médicos têm recomendado que as pessoas evitem pronto-socorros por causa de sintomas leves. Mas é preciso buscar auxílio médico em caso de falta de ar. Vale mencionar que muitos dos sintomas de uma crise de pânico se parecem com os do infarto. Por isso, indivíduos com doença ou risco cardiovascular devem, na medida do possível, manter a comunicação com seus médicos de confiança para saberem como proceder numa emergência. Se o caso for grave, não há como evitar a ida a um hospital!

Pessoal, em tempos de isolamento e restrição de contato social, associado à avalanche de informações sobre covid-19, há maior risco, sim, de quadros de ansiedade e de depressão. Não deixe de cuidar da sua saúde mental!

Converse com seus amigos, use as redes sociais para se comunicar, e quem já tem algum transtorno psiquiátrico diagnosticado também deve manter contato com o psiquiatra ou psicólogo. Muitos profissionais têm atendido por telefone ou vídeo.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS