Pular para o conteúdo

Covid-19: dicas para não enlouquecer no Home Office

Jairo Bouer

23 de março


A ideia de aderir ao Home Office em função da covid-19 pode ter até soado como boa notícia de início. A esta altura, porém, muita gente já percebeu que trabalhar e estudar remotamente não é a coisa mais fácil do mundo.

A rotina de todo mundo mudou de forma radical nos últimos dias, e até quem já estava acostumado ao serviço remoto tem penado, já que outras variáveis entraram na jogada, como dar mais atenção para os parentes mais idosos, que estão sozinhos, e administrar a bagunça dos filhos em casa. Algumas dicas podem ajudar a manter a concentração e humor nesses tempos tão difíceis:

Estabeleça uma rotina, mas sem pirar

É bom tentar manter o esquema de sempre: acordar e dormir nos mesmos horários, seguir a mesma jornada, fazer pausas para tomar café e se conectar com um amigo etc. Mas cada profissional tem enfrentado desafios específicos neste momento: enquanto uns estão desesperados por não conseguir vender nada, outros tiveram a carga de trabalho dobrada por causa da crise. Quem tem filhos ainda precisa incluir a programação deles no meio disso tudo. Por isso, não fique frustrado se não conseguir cumprir tudo o que estava previsto. Viva um dia de cada vez.

Não deixe de fazer exercício

A atividade física não deve ser encarada apenas como compensação pela redução do movimento e possível aumento da ingestão de comida em casa. O exercício é fundamental para aliviar o estresse, aumentar o ânimo e melhorar a concentração. Uma caminhada rápida pelo bairro já pode fazer uma diferença enorme para o seu desempenho, bem como algumas pausas ao longo do dia para fazer alongamentos. Vídeos e aplicativos de fitness ajudam bastante, mas é bom não se aventurar em modalidades novas ou abusar do corpo, para não correr o risco de ganhar uma lesão.

Controle sua sede de informação

Claro que todo mundo quer e precisa estar bem informado sobre a doença, os serviços em operação e as decisões do governo sobre o futuro do país. Para piorar, há as mensagens dos amigos e parentes para administrar. Além de atrapalhar a concentração, essas distrações constantes podem aumentar seu nível de ansiedade. Para isso, não tem jeito: é preciso ter um pouco de disciplina, silenciar as notificações do celular e estabelecer horários para se informar e usar as redes sociais. Use o despertador, se necessário.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS