Doutor Jairo
Leia » Pandemia

Como conciliar trabalho e saúde mental neste momento desafiador?

Manter a qualidade de vida e o ambiente de trabalho saudável na pandemia é desafiador
Manter a qualidade de vida e o ambiente de trabalho saudável na pandemia é desafiador - iStock

Redação Publicado em 07/05/2021, às 18h00

De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), um ambiente de trabalho saudável é aquele em que os trabalhadores e gestores colaboram para um processo de melhoria contínua de proteção da segurança, saúde e bem-estar de todos os envolvidos.

Numa época como a atual, em que a pandemia mudou a rotina de todo mundo, essa questão foi colocada à prova, como comentaram o psiquiatra Jairo Bouer e a jornalista Glenda Kozlowski em uma live sobre "trabalho e saúde mental" para a HSPW. 

Com muitos funcionários trabalhando de casa, e diante de uma crise econômica, o acúmulo de tarefas tornou-se uma realidade para todos. "Obviamente, é um desafio manter a qualidade de vida e manter o ambiente de trabalho saudável nesse momento desafiador", disse Jairo. A carga aumentou demais, ainda mais porque o limite entre a vida profissional e doméstica acabou, e tudo se mistura numa jornada sem hora para terminar.

Para o psiquiatra, assim como crianças e adolescentes perderam muito com tantos meses fora da escola, sem a interação, que é essencial para o bem-estar e o aprendizado, adultos também foram prejudicados. "Estar em grupo, ou estar com o outro, pode ser definidor para a nossa saúde mental", afirmou.

O que fazer?

Jairo e Glenda conversaram sobre algumas medidas que podem ajudar quem permanece em home office: em primeiro lugar, impor alguns limites de horário. É preciso ter o momento da atividade física, do alongamento, de espairecer depois de um dia difícil, por exemplo. 

A jornalista até mencionou ter conversado com muitos atletas, nos últimos meses, que sentiram muito o peso das alterações na rotina.

Gestores e os próprios trabalhadores também precisam ser mais compreensivos uns com os outros nessa fase, já que nem todo mundo tem conseguido produzir na mesma velocidade que antes, ou com a mesma disposição. 

Se cuidar e cuidar do outro

O autocuidado também é fundamental. "Se a gente não está bem, a relação com o trabalho também não vai ficar tão bem", avaliou Jairo. E quando as partes de uma engrenagem estão comprometidas, a máquina inteira pode ser afetada. 

Embora o estresse seja algo comum, é preciso ficar atento a possíveis sintomas de um transtorno mental como a depressão e a ansiedade. Nesse caso, é preciso buscar ajuda, ou incentivar o funcionário ou colega de trabalho a procurar um profissional de saúde.