Doutor Jairo
Assista » Autoestima

Existe uma ditadura da beleza com a pepeca?

Cada mulher é única e, como consequência, cada pepeca também!
Cada mulher é única e, como consequência, cada pepeca também! - Reprodução

Redação Publicado em 15/04/2021, às 17h30

Você já se perguntou se está satisfeita com a aparência da sua pepeca? Hoje em dia, muitas mulheres não se sentem bem com seu órgão genital e, por isso, passam a ter vontade de usar uma série de métodos para deixar a aparência da vulva mais próxima daquilo que elas consideram “ideal”.

Mais clara, mais magra, com menos pelos… são uma série de demandas criadas que muita gente sente a necessidade de seguir. Contudo, essa situação precisa ser analisada por alguns ângulos para ser compreendida. Por exemplo, se a pessoa não está satisfeita com alguma parte do corpo, ela tem direito de querer mudar isso? Sim! Mas desde que seja um método não invasivo, recomendado pelos especialistas em saúde, testado, sem riscos, sem consequências complicadas, e que terá benefícios para a autoestima. Resumindo, a pessoa até pode querer mudar, mas tem que fazer isso de forma consciente e segura.

Não existe aparência ideal

Contudo, antes de passar por procedimentos estéticos, há outro ponto a se pensar: será que não existe uma certa imposição de modelo de beleza? A gente sabe que isso já existe com altura, peso, cor de cabelo, etc. Há um certo “ideal de beleza” que faz muita gente sofrer em busca dessa aceitação. E, da mesma forma que existe essa pressão sobre a imagem corporal, existe também uma pressão sobre diversas partes do corpo, inclusive a pepeca.

Assim, existem muitas mulheres que buscam essa aparência dita como ideal e se lançam em tentativas sucessivas de modificar o aspecto da pepeca. Para isso, existe uma série de procedimentos, como laser, cirurgia plástica, etc. 

Novamente, é válido lembrar que as pessoas têm o direito de fazer aquilo que bem entendem, mas é preciso tomar cuidado com os exageros e para não se sentir escrava de um padrão de beleza.

Por fim, é essencial destacar que as mulheres são diferentes e, portanto, a aparência dos órgãos genitais também será diferente. Isso não significa que uma é mais bonita do que a outra e que todas devem ser iguais!