Mais exercício pode fazer adolescente dormir mais cedo, sugere estudo

Publicado em Destaque, Notícias

Crédito: Fotolia

Fazer um adolescente dormir cedo parece uma missão impossível, mas a atividade física pode facilitar bastante as coisas. A relação entre exercícios e melhora no sono sempre foi bem conhecida, e alguns estudos têm reforçado a importância de se mexer durante o dia para descansar melhor à noite.

Um desses trabalhos, publicado esta semana no periódico Scientific Reports, ajuda a quantificar essa melhora. Pesquisadores da Universidade Penn State, nos EUA, acompanharam 417 jovens de 15 anos, que tiveram o sono e o nível de atividade rastreados dia e noite com ajuda de dispositivos ao longo de uma semana.

Eles observaram que uma hora a mais de exercício moderado ou intenso na rotina faz os adolescentes pegarem no sono, em média, 18 minutos mais cedo. Além disso, faz com que eles durmam 10 minutos a mais e tenham um sono de melhor qualidade. Por outro lado, um dia de sedentarismo tem o efeito inverso, e prejudica todos os parâmetros de sono.

Dormir bem pode interferir positivamente na capacidade de aprendizado, na performance nos estudos e até nos hábitos alimentares. Basta observar o que acontece quando a gente fica sem dormir direito: o cansaço, a irritação e a vontade de comer alimentos calóricos aumentam. Quando crônica, a falta de sono favorece o surgimento de problemas como ansiedade, depressão e obesidade.

Segundo a Fundação Nacional do Sono, também nos EUA, estatísticas mostram que mais de 70% dos adolescentes dormem menos do que o mínimo recomendado, de oito horas. Especialistas da entidade até já publicaram um documento sobre a diferença que faria para os jovens iniciar a escola mais tarde. Mas, infelizmente, existem outras questões em jogo para implementar esse tipo de mudança, como o horário de trabalho dos pais e professores.

Se não dá para mudar a vida, o jeito é fazer um esforço para ir para a cama mais cedo, inclusive nos fins de semana. Outras dicas dos especialistas são desligar o celular no mínimo uma hora antes da hora de dormir, e trocar computador, TV e tablet por banho quente e livro. Já durante o dia, a recomendação é caprichar nos exercícios.