Pular para o conteúdo

Suicídio: onde buscar ajuda

Jairo Bouer

10/09/2020 16:42




O suicídio é uma emergência médica, que precisa de uma intervenção imediata. É preciso que se busque o serviço de urgência e emergência para um primeiro atendimento e encaminhamento para profissional especializado. Em alguns estados, o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – 192) até possui equipes de saúde mental.

Para situações que não constituem uma emergência, a rede pública possui os Centro de Atenção Psicossocial (Caps) e serviços de ambulatório em unidades básicas de saúde, que funcionam com equipes multidisciplinares para atender a população.

O Centro de Valorização da Vida (CVV) também realiza apoio emocional e de prevenção do suicídio, e atende todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo, por telefone, chat e-mail, 24 horas por dia, todos os dias da semana. A ligação para o CVV, por meio do número 188, é gratuita a partir de qualquer telefone fixo ou celular.

Na internet, é possível localizar em sites especializados com informações sobre prevenção ao suicídio. Além do site da campanha Setembro Amarelo, o Ministério da Saúde também possui cartilhas e orientações sobre os sinais de alerta e como buscar ajuda.

O Instituto Vita Alere de Prevenção e Posvenção do Suicídio, com apoio do Google, lançou este ano o Mapa da Saúde Mental que traz um guia de ajuda e lista os serviços públicos disponíveis em todo território nacional, além de serviços de acolhimento e atendimento gratuitos ou voluntários realizados por organizações não governamentais, instituições filantrópicas, clínicas escola, entre outros.

*Com informações da Agência Brasil 

Saiba mais: 

Como saber se alguém próximo corre risco de suicídio?

Riscos para a saúde mental do jovem disparam na pandemia

 

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS