Pular para o conteúdo

Relações românticas de boa qualidade melhoram saúde do jovem

Jairo Bouer

14 de outubro


namoro700

Um estudo que acaba de ser publicado pela Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, mostra que ter relacionamentos românticos de qualidade melhora a saúde física e mental de quem entra na idade adulta.

O trabalho, publicado no Journal of Family Psychology, ainda revela que, no outro extremo, as relações de má qualidade têm efeito contrário, ainda mais quando duram muito tempo.

Nos últimos anos, a entrada para a vida adulta tem se estendido cada vez mais. As pessoas têm preferido se casar mais tarde e a educação também tornou-se mais longa. Nesse período, namorados e “ficantes” entram e saem da vida dos jovens.

Os autores comentam que a maioria das pesquisas feitas até hoje nesse campo envolviam casados. Por isso, decidiram investigar melhor o papel dos relacionamentos anteriores ao casamento.

Para isso, a equipe utilizou um grande banco de dados familiares de Iowa e analisou as mudanças de relacionamentos de jovens ao longo de dois anos. Para medir a qualidade, foram levados em conta questões como afeto, apoio, criticismo, bondade, e compromisso.

Os participantes também foram questionados sobre seu comportamento fora dos relacionamentos, e a relação do casal com outras pessoas.

Os pesquisadores descobriram que, quanto mais tempo os jovens permaneciam em relacionamentos de qualidade, ou quanto mais rápido abandonavam as relações ruins, melhores eram seus níveis de saúde. Se você está saindo com alguém, vale a pena fazer uma autorreflexão.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS