Pular para o conteúdo

Postar selfies demais não passa uma mensagem positiva, adverte pesquisador

Jairo Bouer

14/10/2019 19:23




SELFIE300 - Postar selfies demais não passa uma mensagem positiva, adverte pesquisadorUm estudo mostra que homens que postam mais selfies do que fotos de outras coisas ou pessoas nas redes sociais apresentam pontuações mais altas em testes para diagnosticar narcisismo e psicopatia. Além disso, aqueles que editam suas fotos antes de postar apresentaram maior tendência à auto-objetificação, ou seja, tendem a valorizar excessivamente sua própria aparência.

Os resultados não são surpreendentes, mas é a primeira vez que isso foi comprovado em um estudo, segundo pesquisadores da Universidade do Estado de Ohio, nos Estados Unidos. Os dados foram publicados na revista Personality and Individual Differences.

Indivíduos narcisistas acreditam que são mais espertos e atraentes que os outros, mas há sempre uma insegurança escondida . Já os psicopatas são caracterizados pela ausência de empatia e respeito pelos outros e uma tendência à impulsividade.

A análise foi feita com uma amostra de 800 homens de 18 a 40 anos, que responderam a questionários padronizados. Eles também confidenciaram a frequência com que postam selfies e se utilizam programas para cortar e melhorar as fotos antes de publicá-las.

De acordo com o professor de comunicação Jesse Fox, principal autor do estudo, a maioria das pessoas não imagina que seus amigos do sexo masculino editam suas fotos antes de postar. Mas o pesquisador diz que eles fazem isso com bastante frequência.

Se por um lado os homens que editam as fotos pontuaram mais nos testes de narcisismo e auto-objetificação, eles apresentaram menos características de psicopatas, que são mais impulsivos.

Fox agora está conduzindo a mesma pesquisa com participantes do sexo feminino e já adianta que os resultados parecem se aplicar a elas também. Ele comenta que a auto-objetificação é pouco estudada em homens, mas, nas mulheres, sabe-se que essa tendência costuma levar a problemas como depressão e transtornos alimentares.

Com a popularização das redes sociais, quase todo mundo ficou mais preocupado com a aparência. Ao postar uma selfie, amigos fazem comentários e incentivam novas postagens, o que acaba servindo como estímulo para a auto-objetificação. E os homens podem acabar se tornando vítimas mais frequentes de problemas que até hoje afetavam mais as mulheres.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS