Pular para o conteúdo

Pais não devem criticar o peso das filhas, sugere estudo

Jairo Bouer

14 de outubro


ANOREXIA700

Quanto menos os pais comentarem sobre o peso das filhas, menor será a chance de as garotas serem insatisfeitas com o próprio corpo quando forem adultas. A conclusão é um estudo realizado na Universidade de Cornell, nos Estados Unidos.

O trabalho contou com 501 mulheres de 20 a 35 anos, que responderam a diversas questões sobre imagem corporal e sobre os comentários que os pais faziam em relação ao peso delas durante a infância e a adolescência.

As participantes que não se lembravam das críticas dos pais foram as mais propensas a ter um IMC (Índice de Massa Corporal) saudável e mais satisfação com a autoimagem. Já aquelas que guardaram os comentários na memória foram justamente as apresentaram sobrepeso e maior encanação com o próprio corpo. Os resultados foram publicados no periódico Eating & Weight Disorders.

Para o principal autor, Brian Wansink, comentar sobre o peso das filhas nunca é boa ideia, mesmo quando elas são pequenas. Ele argumenta que, em vez de fazer críticas ou, é melhor oferecer e incentivar escolhas saudáveis, tornando os pratos nutritivos mais atraentes.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS