Pular para o conteúdo

Maconha e álcool pioram saúde mental e notas na escola, diz pesquisa

Jairo Bouer

14 de outubro


maconha700

Alunos do ensino fundamental e médio que usam maconha e bebida alcoólica apresentam os piores resultados acadêmicos, além de maior risco de desenvolver problemas de saúde mental.

A conclusão foi obtida após um estudo da Rand Corporation, uma organização norte-americana sem fins lucrativos.

A pesquisa envolveu mais de 6.500 jovens de 11 a 17 anos de 16 escolas da Califórnia, que faziam parte de um programa de prevenção de álcool e drogas. Eles foram questionados sobre seus hábitos de uso dessas substâncias, além de responder perguntas sobre comportamento, relacionamento e saúde física e mental.

Em comparação com quem bebia menos ou não usava álcool e maconha, os que mais consumiam as substâncias foram mais propensos a apresentar pior desempenho na escola e comportamentos delinquentes.

Os autores ressaltam que os jovens que usavam maconha com frequência, mas não álcool, também foram mais propensos a ter notas ruins e problemas de saúde mental.

O estudo também revelou que jovens brancos são mais propensos a se envolver com álcool e maconha. No entanto, alunos hispânicos e de múltiplas etnias tenderam a apresentar desempenho acadêmico mais baixo ao se comparar os usuários.

Os dados foram apresentados na revista científica Addiction, e divulgados no site Medical News Today.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS