Pular para o conteúdo

Genes também interferem na tendência a beber por influência dos amigos

Jairo Bouer

14/10/2019 19:24




BEBER300 - Genes também interferem na tendência a beber por influência dos amigosUma descoberta recente indica que a tendência a beber demais por influência dos amigos, ou seja, do ambiente, é algo que também tem relação com fatores genéticos. A conclusão é de uma pesquisa que será publicada em fevereiro no periódico científico Alcoholism: Clinical & Experimental Research.

O consumo de álcool em geral começa na adolescência, em situações de convívio social. Como explica o professor de psiquiatria Alexis Edwards, da Universidade de Virginia Commonwealth, a influência dos pares pode ocorre de várias formas. Nem sempre há pressão por parte dos colegas, ou isso é verbalizado. O simples ato de levar uma bebida para o encontro ou encher o copo do amigo já é uma maneira de convencer o outro a beber.

Edwards e sua equipe analisaram dados de um estudo com gêmeos que contou com 1.790 homens. Eles foram avaliados entre os 12 e os 25 anos em relação a uso de álcool, drogas e outros transtornos psiquiátricos. Também foram estudados fatores genéticos e ambientais ligados ao uso de substâncias.

O grupo descobriu, em primeiro lugar, que tanto fatores genéticos quanto ambientais contribuem para a correlação entre beber por conta própria e beber com os pares. E que há questões genéticas envolvidas no fato de alguns jovens selecionarem os amigos com base no consumo de álcool.

Em segundo lugar, o grupo descobriu que a influência genética aumenta conforme o adolescente envelhece e se torna adulto. A boa notícia é que a maior parte da variação no consumo de álcool continua atribuída a fatores ambientais. Ou seja: a possibilidade de prevenção existe.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS