Pular para o conteúdo

Filhas de mulheres que deram à luz mais tarde tendem a ter mais estresse

Jairo Bouer

14 de outubro


As filhas, mas não os filhos, de mulheres que dão à luz com 30 anos ou mais são mais propensas a apresentar sintomas de depressão durante a vida adulta, de acordo com uma pesquisa publicada pela Associação Americana de Psicologia.

O trabalho, conduzido por pesquisadores da Universidade da Austrália Ocidental, avaliou dados de um grande estudo, que contou com mulheres grávidas recrutadas no período de 1989 a 1991. A equipe contatou  1.200 indivíduos, filhos dessas mulheres, quando eles estavam com aproximadamente 20 anos.

As jovens cujas mães tinham 30 anos ou mais apresentaram significativamente mais sintomas de estresse. No caso em que as gestantes tinham 35 anos ou mais, houve maior frequência de estresse, depressão e ansiedade entre as filhas.

A mesma relação não foi encontrada nos filhos, nem nas filhas cujas mães eram mais jovens. A suspeita dos pesquisadores é que a diferença de idade entre mãe e filha leve a maior tensão no relacionamento de ambas. Eles também comentam que, aos 50 anos, é mais comum surgirem problemas de saúde que causam preocupação nas filhas – em geral as mulheres é que são mais afetadas quando as mães adoecem.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS