Pular para o conteúdo

Estudo mostra que somos ruins para julgar as verdadeiras amizades

Jairo Bouer

14 de outubro


AMIZADE700

Muita gente acredita que a amizade é uma via de mão dupla, mas isso, infelizmente, nem sempre é verdade. Segundo um estudo, apenas metade daqueles que você julga seus amigos considera você da mesma forma.

O trabalho, feito por pesquisadores da Universidade de Tel Aviv, em Israel, e do Instituto Massachusetts, nos Estados Unidos, foi publicado no periódico PLoS One.

Os pesquisadores conduziram diversos experimentos sociais e analisaram informações de outros estudos para determinar o percentual de amizades recíprocas e o impacto delas no comportamento humano. Eles também avaliaram seis pesquisas feitas com 600 estudantes israelenses, europeus e norte-americanos para, então, desenvolver um algoritmo que analisa diversos critérios objetivos para determinar quais relacionamentos são recíprocos e quais não são.

De acordo com os resultados, 95% dos participantes acham que suas amizades são recíprocas, sendo que apenas 50% poderiam ser definidas dessa forma.

A equipe concluiu que as pessoas são muito ruins na hora de julgar quem são seus verdadeiros amigos. Pelo menos nesse aspecto, usar a intuição ou confiar nos próprios instintos não dá certo. Segundo eles, é preciso ser mais objetivo na hora de avaliar os impactos que você exerce na vida do seu amigo e vice-versa.

Você pode achar que esse tipo de estudo só serve para deixar as pessoas frustradas e desconfiadas, mas os autores lembram que entender essas questões pode ser fundamental para elaborar estratégias mais eficazes de promoção. Vários trabalhos já mostraram que amizades podem ser valiosas para incentivar as pessoas a se exercitar mais, por exemplo. Se o relacionamento for uma “via de mão dupla”, a influência positiva pode ser bem maior.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS