Pular para o conteúdo

Estudo identifica traços psicológicos de homofóbicos

Jairo Bouer

14 de outubro


HOMOFOBIA300 - Estudo identifica traços psicológicos de homofóbicosPesquisadores da Sociedade Italiana de Andrologia e Medicina Sexual decidiram investigar os traços psicológicos de indivíduos homofóbicos. Eles descobriram que essa característica é mais comum em pessoas com mecanismos de defesa pouco desenvolvidos e com tendência ao psicoticismo, ou seja, a ser solitárias, pouco empáticas, impulsivas e antissociais.

Já traços de neuroticismo, como ansiedade, depressão, baixa autoestima e mecanismos de defesa exagerados foram identificados como raros entre os homofóbicos. A equipe percebeu, também, que a homofobia é mais frequente em pessoas que têm medo de se apegar.

O estudo contou com 560 estudantes universitários de 18 a 30 anos, submetidos a diversos testes psicológicos. Os resultados foram publicados no The Journal of Sexual Medicine.

No artigo, o principal autor do trabalho, o médico Emmanuele Jannini, comenta que, felizmente, pessoas que cometem agressões contra homossexuais são a minoria da população. Talvez por isso, havia pouca pesquisa sobre esse comportamento.

Ele também afirma que, apesar de a homossexualidade ter sido considerada doença por muitos anos, hoje está claro que é a homofobia o problema a ser tratado.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS