Pular para o conteúdo

Estresse em lares de baixa renda pode prejudicar o aprendizado das crianças

Jairo Bouer

14/10/2019 19:28




Crianças que vivem em lares de baixa renda com instabilidade familiar e que são  cuidadas por pessoas emocionalmente distantes podem ter dificuldades de aprendizado e memória. É o que mostra uma pesquisa feita na Universidade de Rochester, nos Estados Unidos.

O estudo contou com 201 pares de mães e filhos de baixa renda. As crianças tiveram os níveis de cortisol, conhecido como o hormônio do estresse, medidos aos 2, 3 e 4 anos. Tanto níveis elevados quanto mais baixos foram associados a uma redução na capacidade cognitiva aos 4 anos.

Os resultados, publicados na revista Child Development, indicam que ambientes domésticos estressantes alteram os níveis de hormônio do estresse nas crianças, o que, com o passar do tempo, pode prejudicar a estrutura e a função do cérebro.

Os pesquisadores, que são da área de psicologia, dizem que a ligação entre cortisol e desempenho cognitivo ainda é pouco compreendida. Mas a hipótese é que o excesso de hormônio tenha efeito tóxico para certas partes do cérebro, enquanto os baixos níveis prejudicariam a capacidade de deflagrar os recursos biológicos necessários para o desenvolvimento da capacidade cognitiva.

A equipe, liderada por Jennifer Suor, diz que o estudo serve de alerta, já que foram encontradas diferenças realmente significativas na habilidades cerebral das crianças avaliadas aos 4 anos. E é bem possível que a condição seja irrecuperável, segundo os pesquisadores.

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS