Pular para o conteúdo

Depressão pode ser transmitida de mães para filhas, diz estudo

Jairo Bouer

14 de outubro


TPM700

Um estudo indica que a depressão pode ser passada de mães para filhas, devido a semelhanças entre as estruturas cerebrais.

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, estudaram 35 famílias sem diagnóstico de depressão. Com exames de ressonância magnética, eles mediram o volume de massa cinzenta no córtex límbico dos pais e dos filhos.

Os resultados mostraram que muito mais semelhança entre mães e filhas do que entre mães e filhos, pais e filho ou pais e filhas.

Estudos realizados no passado com animais já indicaram que quando as gestantes estão estressadas durante a gravidez, é mais provável que isso tenha reflexo na estrutura cerebral das filhas do que dos filhos. Especialmente no chamado córtex límbico, conhecido por regular as emoções. Transtornos como depressão e ansiedade também se refletem nessas estruturas.

Mas os autores ressaltam que as mães não podem ser responsabilizadas pela depressão de suas filhas, já que existem vários outros fatores envolvidos no transtorno, como genes não herdados da mãe, ambiente social e experiências ao longo da vida.

Os dados foram publicados no Journal of Neuroscience e divulgados no site Medical News Today.

 

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS