Doutor Jairo
Leia » Sexualidade

Falta de sexo faz mal à saúde?

É completamente possível viver de forma saudável sem ter uma vida sexual ativa
É completamente possível viver de forma saudável sem ter uma vida sexual ativa - iStock

Redação Publicado em 30/03/2021, às 10h56

O Brasil está enfrentando a pandemia faz um ano e, neste momento, estamos passando pela pior fase do vírus até agora. Por conta disso, muitas cidades voltaram a fazer quarentena rígida, sem bares, festas ou restaurantes permitidos. 

Com isso, muita gente também voltou a enfrentar a falta de sexo, afinal, em um momento em que todos deveriam estar em isolamento, sair para encontrar alguém pode ser um risco muito grande.

Mas falta de sexo faz mal à saúde?

Antes de responder a essa questão, é importante pensar na qualidade do sexo. Não é porque uma pessoa tem relações todos os dias, que está, necessariamente, aproveitando e tendo prazer.

Logo, embora as pesquisas mostrem que atividade sexual tem um impacto positivo, tanto na saúde emocional – como a melhora do humor –, quanto na saúde física, deve-se destacar que isso só vale para quem realmente aproveita o momento.

Se, ao contrário, a pessoa até faz sexo com regularidade, mas não sente prazer e chega a ficar até angustiada ou insegura com a situação, pode ter o efeito reverso e a saúde emocional e física pode ficar comprometida.

Então é possível manter uma vida normal sem sexo?

Em teoria, sim!

Principalmente nesse momento de pandemia, em que muita gente não tem um parceiro ou parceira fixa, é preciso ter cuidado, pois apesar dos benefícios da relação sexual, ainda há muitos riscos.

Então, o momento é de se cuidar e esperar mais um pouco. Se a vontade for muita, vale lembrar que a masturbação poder ser independente de outras pessoas e ainda te ajuda a se conhecer melhor.