Pular para o conteúdo

Dicas para fazer sexo virtual com segurança

Jairo Bouer

17 de julho


O sexo virtual (ou cybersexo) virou uma necessidade para muita gente, nesta pandemia. Essa é a única forma de sexo seguro no que se refere à Covid-19, além de não haver risco de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) e gravidez indesejada. Mas expor a sua intimidade diante da câmera pode causar problemas se você não tomar certos cuidados. Se você vai ter essa experiência pela primeira vez, siga algumas dicas:

– Escolha um momento tranquilo, em que você tenha total privacidade

– Combine antes com a pessoa sobre eventuais limites, o que você não quer fazer ou até onde quer ir

– Não exponha a sua identidade: esconda o rosto, use óculos escuros, máscaras ou filtros, e esconda tatuagens ou sinais de nascença. Lembre-se que há sempre o risco de vazamentos na internet

– Cuidado com algumas pessoas que ficam por aí só em busca de parceiros para depois fazer ameaças (sextortion)

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS