Pular para o conteúdo

Consumo moderado ou abusivo de álcool: entenda os conceitos

Jairo Bouer

28/08/2020 10:00




Quando uma pessoa diz que “bebe socialmente”, significa que ela consome álcool somente em ocasiões como festas, celebrações ou reuniões com amigos e/ou família. Isso quer dizer que essa pessoa não bebe sozinha, o que já dá uma ideia da relação que ela tem com o álcool, mas não significa, necessariamente, que essa pessoa beba com moderação.

O que é consumo moderado de álcool?

Esse conceito varia um pouco de país para país, mas, no Brasil, é comum considerarmos que beber com moderação é ingerir no máximo uma dose (no caso da mulher) ou duas doses (no caso do homem) de bebida por dia. As mulheres são mais vulneráveis aos efeitos do álcool do que os homens devido a diferenças na composição biológica entre os gêneros.

Obs: uma dose é o equivalente a 14 gramas de álcool puro, ou seja: 350 ml de cerveja, 150 ml de vinho ou 45 ml de destilado (como vodca, cachaça, uísque, gim ou tequila).

É bom lembrar, contudo, que não existe consumo seguro de álcool, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Mesmo o consumo moderado pode causar problemas de saúde.

O que é consumo abusivo de álcool?

De modo geral, dizemos que a pessoa abusa do álcool se costuma consumir cinco ou mais doses de bebidas alcoólicas em uma única ocasião (no caso do homem), ou quatro ou mais doses de bebidas alcoólicas consumidas em uma única ocasião (no caso da mulher). É o que os especialistas chamam de “binge drinking” ou beber pesado episódico (BPE): Esse padrão de uso problemático de álcool traz diversas consequências de curto e longo prazos.

O que é ser dependente de álcool?

Se uma pessoa não consegue se controlar diante da bebida, abandona atividades ou outros interesses para beber e sofre sintomas de abstinência quando fica sem a substância, podemos dizer que ela tornou-se dependente.

 

 

FIQUE POR DENTRO DAS ÚLTIMAS NOTÍCIAS