Novos desafios das drogas

Publicado em Cultura

Jairo_edc91_destaque1_ok2015 começou difícil! Logo no início, um brasileiro caiu acidentalmente de um prédio na região de Cancún, no México, em provável surto paranoico após ter consumido álcool e drogas. Dias depois, outro brasileiro foi executado na Indonésia, depois de 11 anos na prisão daquele país, por seu envolvimento com o tráfico de drogas.

O que essas mortes apontam? Dois extremos distintos (a punição excessiva ao tráfico e a fatalidade eventual do consumo desinformado) que não se encontram nunca, ou são duas pontas de um mesmo círculo que acaba se fechando? Aposto mais na segunda linha de raciocínio.

O tráfico só existe porque acontece o consumo. É crime na maior parte do mundo, enquanto o consumo tem recebido abordagens distintas. A facilidade de aquisição das drogas, principalmente das sintéticas, capilarizadas na população por uma ampla rede de venda de gente que não se enxerga como traficante e nem sabe ao certo o que está entregando, aumenta o risco de problemas.

Leia o artigo completo aqui: http://www.revistadacultura.com.br/revistadacultura/detalhe/15-02-03/Novos_desafios_das_drogas.aspx