No Reino Unido, garotas de 11 anos já fazem cirurgia plástica vaginal

Publicado em Notícias

vaginacolica700

Será que garotas de 11 ou 12 anos precisam de uma cirurgia plástica vaginal para melhorar sua autoestima? Segundo uma reportagem da agência de notícias BBC, isso tem acontecido no Reino Unido. Registros do Sistema Nacional de Saúde mostram que entre 2015 e 2016, cerca de 200 pacientes com menos de 18 anos fizeram labioplastia, a cirurgia para diminuir ou alterar os lábios vaginais. Desse total, 150 tinham menos de 15 anos, o que tem gerado críticas entre médicos de outras especialidades naquele país.

Especialistas acreditam que o sexting, a troca de imagens de nudez pelo smartphone, e o acesso à pornografia facilitado pela internet têm feito com que os adolescentes tenham passado a se preocupar excessivamente não só com espinhas, magreza ou gordura, mas também com a aparência de seus genitais.

Lá, assim como no Brasil, a recomendação é que esse tipo de cirurgia seja feito a partir dos 18 anos. Mas nos casos em que há deformidades e grande impacto físico ou psicológico para a pessoa, isso pode ser flexibilizado. Segundo a reportagem da BBC,  muitas jovens exageram na hora de relatar o abalo à autoestima, ou dizem que o tamanho dos lábios interfere na prática de esportes, por exemplo.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, o procedimento costuma ser feito com anestesia local e sedação leve, e dura cerca de uma hora. A paciente recebe alta no mesmo dia. Durante 15 dias é preciso evitar exercícios, e as relações sexuais estão liberadas somente após 45 dias.

O problema é que, na adolescência, o corpo ainda está em desenvolvimento. Como os pequenos lábios crescem primeiro, é normal que eles pareçam salientes. Mas isso tende a se normalizar mais tarde – e aí o procedimento terá sido em vão. Além disso, toda cirurgia, por pequena que seja, envolve riscos. Será que vale a pena se arriscar para ficar igual à Barbie, até lá embaixo?