Materialismo não faz bem para o seu casamento, segundo pesquisadores

Publicado em Destaque, Notícias

Crédito: Fotolia

Crédito: Fotolia

Pessoas que priorizam o dinheiro e o acúmulo de bens materiais tendem a ser mais insatisfeitos com o casamento. É o que mostra um estudo realizado pela Universidade Brighan Young, nos Estados Unidos.

Equipe coordenada pelo professor Jason Carroll entrevistou 1.310 indivíduos casados para chegar à conclusão. Eles responderam questões sobre o relacionamento conjugal, valores e interesses materiais.

Os resultados mostraram que a preocupação excessiva em acumular posses pode resultar em problemas financeiros, o que também é um fator de risco para os casamentos. Mas eles também indicaram que o materialismo tem outro efeito colateral – ele faz com que os relacionamentos fiquem em segundo plano.

Para os autores, quando o dinheiro é a principal fonte de prazer e felicidade, as pessoas acabam investindo menos tempo e energia para ter um casamento bem-sucedido, e a insatisfação surge como consequência.

Os pesquisadores acreditam que, embora seja difícil modificar valores pessoais, muita gente não tem plena consciência de seu materialismo. Pensar um pouco no assunto poderia fazer as pessoas equilibrarem melhor suas prioridades. As informações foram publicadas no Journal of Family and Economic Issues.

Vários estudos já mostraram que casais que investem de forma consciente no relacionamento tendem a ser mais satisfeitos, inclusive com a vida sexual. Assim como dinheiro não cai do céu, casamento também exige esforço e dedicação.