Estudo associa bullying de irmão a risco de transtorno psicótico

Publicado em Destaque, Notícias

Crédito: Fotolia

Crédito: Fotolia

Crianças que sofrem bullying dos irmãos são três vezes mais propensas a desenvolver transtornos psicóticos, como esquizofrenia e transtorno bipolar, no início da vida adulta. E aquelas que sofrem humilhações tanto em casa quanto na escola têm uma probabilidade quatro vezes maior, de acordo com um estudo britânico.

Pesquisadores do departamento de psicologia da Universidade de Warwick avaliaram dados de 3.600 crianças, que responderam a questionários sobre bullying aos 12 anos de idade e foram reavaliadas mais tarde, aos 18 anos.

Entre os integrantes do estudo, 664 relataram ser humilhadas ou agredidas com frequência pelos irmãos; 486 admitiram praticar bullying com os irmãos; e 771 eram tanto vítimas quanto praticantes desse tipo de agressão em casa.

Do total, 55 adolescentes apresentavam um transtorno psicótico no final da pesquisa. A maioria pertencia ao primeiro e ao último grupo (tinham sido vítimas ou então praticavam e sofriam bullying). E quanto maior a frequência dos episódios, maior foi o risco.

Os pesquisadores controlaram fatores que poderiam interferir nos resultados. Mesmo assim, eles admitem que problemas de relacionamento com irmãos e colegas podem até ser um sinal precoce de transtornos mentais, e aí o bullying poderia ser uma consequência em vez de causa. De uma forma ou de outra, eles recomendam que pais e profissionais de saúde fiquem atentos a esse tipo de agressão, e se lembrem que o problema pode acontecer em casa também.