Bullies e suas vítimas são mais encanados com o corpo, diz pesquisa

Publicado em Notícias

bullyingdepressao

Um estudo realizado no Reino Unido sugere que jovens que costumam intimidar os colegas na escola, assim como as vítimas do bullying, são mais encanados com o peso do que outros adolescentes.

Segundo pesquisadores do departamento de psicologia da Universidade de Warwick, 42% dos bullies, ou seja, aqueles que gostam de humilhar os colegas, têm uma preocupação excessiva em perder peso ou ter mais músculos. Entre as vítimas, a proporção é de 55%, e, entre os que intimidam e também são intimidados, chega a 57%.  Já entre os adolescentes sem qualquer envolvimento com bullying, 35%  têm essa obsessão.

A equipe contou com dados de 2.800 adolescentes britânicos, que descreveram suas experiências com bullying e também falaram sobre seus pares. Ao todo, 800 deles tinham envolvimento com o problema, amostra que depois foi testada em relação a hábitos alimentares, atividade física, autoestima, bem-estar e autoimagem corporal.

Os pesquisadores acreditam que indivíduos envolvidos em bullying são mais propensos a desenvolver transtornos alimentares, como bulimia, anorexia ou vigorexia (obsessão em ganhar músculos). As consequências desses transtornos podem ser graves, para não falar nos danos causados pelas humilhações constantes. Os autores recomendam que pais e especialistas que lidam com esses adolescentes fiquem atentos à tendência.

Os resultados, publicados no International Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity, mostram que esses jovens entendem que ser gordo ou magro demais pode levar ao isolamento, e que, para dominar o grupo, eles devem não só ter um comportamento intimidador, como também ser mais atraentes fisicamente.